A importância do ultrassom na Espondilite Anquilosante

Espondilite anquilosante: Ultrassom

Uma das principais características da Espondilite Anquilosante é a presença da entesite, inflamação crônica das enteses, que são estruturas que ligam o tendão ao osso. O ultrassom é o exame mais indicado para o diagnóstico e acompanhamento das entesites.

As entesites podem ser a primeira manifestação da doença e os locais mais acometidos são a fáscia plantar (membrana que envolve os músculos dos pés, existente na sua face plantar),  próximo aos tendões do cotovelo e quadril.

O diagnóstico pode ser difícil de ser realizado com o exame físico e o ultrassom é o exame mais apropriado para a identificação da entesite, que apresenta-se com um aumento da espessura do tendão ou captação de vasos no interior do tendão que é visualizado com o sinal de power Doppler.

O exame de ultrassom é rápido, sem irradiação e permite alem do diagnóstico, acompanhar a resposta do tratamento da Espondilite Anquilosante com a melhora da entesite.

Fonte: Ultrarticular

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: