Metrothexate “MTX”

Conhecido popularmente como “MTX” – Metothexate é um medicamento antimetabólico, antineoplásico com propriedade imunossupressora largamente utilizado no tratamento de diversas doenças auto-imunes, incluindo as reumáticas. Na Artrite Reumatoide e Artrite Idiopática Juvenil atua como medicamento modificador do curso da doença (DMARD) sintético, utilizado como 1ª linha terapêutica em adultos e crianças. 
Algumas pessoas se assustam quando tem indicação médica para utilizar o MTX, por ser um quimioterápico, porém, devemos lembrar que utilizamos no tratamento de doenças auto-imune em doses bem inferiores das doses utilizadas na quimioterapia. Portanto, o seu uso é seguro e tem se mostrado uma excelente medicação no tratamento da Artrite Reumatoide, Artrite Idiopáatica Juvenil e outras doenças auto-imune.


Apresentação:

  • Comprimidos de 2,5 mg, a dose máxima utilizada no Brasil é 25 mg/ semana ou seja até 10 comprimidos de 2,5mg.
  • Ampolas 25 mg/ ml – frasco 2 ml (injetável)

Administração, como usar:

  • Não tomar diariamente.
  • Metrothexate se toma 1 x na semana ou conforme a orientação médica, que pode fracionar as doses.
  • Deve ser acompanhado de uma dose de ácido fólico no dia posterior a tomada do metotrexato.

Indicação:

  • Artrite Reumatoide
  • Artrite Idiopática Juvenil
  • Artrite Psoriásica
  • E uma infinidade de doenças reumáticas e auto-imune
  • Alguns tipos de câncer.

Contra-Indicação:
  • Gravidez
  • Lactação
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência hepática
  • Mielossupressão preexistente
  • Imunodeficiência Adquirida (HIV)
  • Discrasia sanguínea (leucopenia, anemia, agranulocitose – alteração das células sanguíneas visíveis no hemograma)

Tempo para fazer efeito (controle da doença):
  • Em média de 3 a 12 semanas, com 2 meses é possível observar a melhora dos sintomas da doença.

Efeitos Colaterais:
  • Distúrbios gastrintestinais (náuseas, vômitos, indigestão)
  • Estomatite
  • Gengivite
  • Perda de Apetite
  • Supressão da função de ovulação
  • Infecção Urinária
  • Dores de cabeça
  • Alopecia (discreta queda do cabelo)
  • Tontura
  • Fraqueza
  • Fotossensibilidade
  • Alteração de células sanguíneas (leucopenia, anemia)
Na presença de febre, é necessário comunicar o médico imediatamente.
Dicas: para diminuir os efeitos colaterais, é importante manter uma alimentação saudável, isenta de gordura e com ingesta de líquidos. O suco de limão pode auxiliar na redução dos efeitos gástricos, diminuindo a boca seca e as náuseas.

Cuidados ao utilizar o Metotrexato:
  • Tomar Ácido Fólico 5 mg  no dia seguinte ao MTX ou conforme orientação médica
  • Fotossensibilidade: Usar Protetor Solar
  • Não Ingerir Bebidas Alcoólicas, o MTX é agressivo par ao fígado, se tomar bebida alcoólica durante o uso de MTX pode levar a comprometimento da função hepática.
  • Utilize método contraceptivo, evite gravidez durante uso da medicação.
  • Avaliação Renal: exames de sangue: creatinina – uréia
  • Avaliação Hepática: exames de sangue, TGO – TGP – fosfatase alcalina
  • Hemograma completo
  • Urina I

Fornecido pelo SUS “Sistema Único de Saúde”

Através do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêutica” – PCDT, distribuído através da Assistência Farmacêutica “Farmácia de Alto Custo”, nas versões comprimido e injetável.

Confira o que é necessário para dar entrada no Metotrexato “MTX” no SUS:
Distribuição gratuita, através da Assistência Farmacêutica, sendo necessário:
  • LME – Laudo Medicamento Excepcional (todos os campos devem estar preenchidos)
  • Relatório com índice de atividade da doença;
  • Receita médica em duas vias, com data inferior a 60 dias, contendo o nome genérico e a dose.
  • Cópia dos documentos pessoais (RG – Comprovante de endereço)
  • CNS – Cartão Nacional do SUS
    Caso não receba o Metotrexato pelo SUS, converse com o seu médico, pois o médico precisa preencher o LME + relatório e receitas. 

Exames obrigatórios para abertura de processo:

  • Laudo da Radiografia de mãos
  • Exames de Sangue
  • Hemograma completo com plaquetas
  • TGO – TGP
  • Uréia – Creatinina
  • VHS –  Proteína C reativa
  • Fator Reumatóide
  • Urina I
As informações são apenas uma orientação geral, a pessoa indicada para orientar corretamente é o seu médico assistente (reumatologistas).
Texto adaptado deArthritis Research UK  e Bulas. Med
Atualizado em 02 de agosto de 2016.
Anúncios

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de Artrite Reumatoide aos 26 anos, enquanto atuava como enfermeira, estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros. De repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

15 Comentários

  1. Me angústia muito não ser compreendida,pois pensam que estamos fingindo sentir dor,,,e pior , associado a diabetes,psoriase,depressao, e hipotireoidismo . Ando cansada,mto remédios,da ânsia,dor estômago devido úlcera medicamentosa, além de tomar antibiótico por bactérias no útero,,,e ter q acordar de 3 a 4 vezes em jejum pra tomar medicação,,,trabalhar dia todo c ed.especial,,,já tenho tempo mas falta idade,,estou em meu limite,..só minha mãe,filha e neto que me dao força pra não desistir,,, faço Pilates a um ano,mas continuo c pouco progresso , mta dor alongar e não evoluo,,,me frusto,,,,perdão pelo desabafo,,,só ando revoltada ,,,,Deus abençoem Marita

  2. Boa tarde Pricila!
    Minha médica me receitou Methotrexate manipulado com Ranitidina,,,
    fazendo uma pesquisa sobre fiquei um pouco assustado e estou pensando em iniciar o medicamento..estou com medo..
    Você diz que tomou ele por quatro anos, e parou porque??? Sanou os problemas???
    Abraço!

  3. Priscila Torres bom dia, o médico de minha esposa pediu para ela, tomar três comprimidos na segunda e três na terça de Metotrexato, e na quarta tomar o ácido fólico. É isto mesmo? E por quanto ele deveria tomar este medicamento?

    • Marcos, o Metotrexato é tomado dessa forma mesmo, importante não deixar de tomar o ácido fólico. O período de uso vária bastante, geralmente quando a pessoa tem boa aceitação é utilizado por muito tempo sem interrupção, eu usei durante 4 anos, quando parei fui para o medicamneto biológico, mas não existe um período pré-estabelecido, pois é um medicamento de uso contínuo na artrite reumatoide.

  4. Tenho reumatismo (Látex)foi na reumatologista ela passou. Metotrexato estou com medo de tomar por quasa dos efeitos colaterais. Já estou tomando Prednisona vai fazer dois meses , obrigada pelo o esclarecimento.

    • Selma, apesar dos efeitos colaterais é possível se adaptar aos efeitos colaterais do MTX, eu usei durante 4 anos e consegui conviver com isso, pois ele controlava a doença e as dores, então, só de pensar em não ter dor, é uma tática para aceitar o MTX.
      Super forças!!

  5. Olá, Joelma, não tenha medo do Metotrexate, eu também tenho artrite soronegativa e usei MTX durante 4 anos e foi um excelente medicamento para controlar a doença, lembre na dor da artrite que você encontra forças para aceitar o MTX. Super boa sorte! Abraços.

  6. A dois anos sofro com dores em todas as articulações, dedos dos pés das mãos, joelhos quadril punhos, cotovelos venho em uma busca constante de respostas e várias opiniões médicas, e nem um esclarecimento. Exames e mais exame, infelizmente os médico não sabem ainda a diferença da artrite reumatóide e da fibramialgia, baseia somente em exames de sangue, fiz vários fator reumatóide sempre negativo, por fim me pediram ressonância das mãos na qual deu derrame articular e sinovite, aí o médico me deu o diagnóstico de ar soro negativo, estava usando reuquinol mas as dores eram constante agora me receitou metotrexato. Estou com um pouco de medo

  7. Esse remedio é muito bom e ruim ao mesmo tempo, a 2 anos venho tentando descobrir o que tenho e mês passado foi diagnosticado.
    AR com evolução para lupus.
    As 3 primeiras semanas não senti nada, nem melhora das dores, mas depois já me senti outra pessoa, sem dor nenhuma e super bem, tirando os enjoos e bem pouco de queda de cabelo.
    Não foi só ele que ajudou pois estou tomando uma bateria de remedios, coisa que eu não gosto, mas cada dia que passa me sinto super bem.
    Adorei o blog, esclarece muitas duvidas.
    Estou acompanhando sempre.

  8. ESTOU COM ARTROSE NA COLUNA E ESTOU TOMANDO ESTE REMEDIO MANIPULADO DE 10 ML POR ISSO ESTOU CONSULTANDO .OBRIGADO PELO ESCLARECIMENTO.

  9. Pryscila agora fiquei com medo! Sabe dizer o porquê dessa advertência?
    “Na presença de febre, devemos comunicar o médico imediatamente.”
    Tenho tido febre baixa e calafrios com frequência.
    🙁

Se você gostou dessa publicação, nos incentive a continuar, deixe seu comentário!