Medicamento de Alto Custo

Nós, pacientes que dependemos da Assistência Farmacêutica do SUS, sabemos que está chegando + uma férias dos medicamentos, o grande período critico que vivemos todos os anos está aí, em outubro os remédios se vão e voltam só depois do carnaval e olha lá.Mas não podemos deixar isso acontecer de braços cruzados, precisamos se mobilizar e dizer a Secretaria de Saúde que nossa doença não espera.

A Artrite Reumatoide é degenerativa, produz deformidades e uma vez que não tomamos o medicamento no dia certo e na dose certa, o efeito esperado do remédio, fica comprometido. fortalecendo assim o efeito degenerativo da doença.
Se você é usuário de medicamento de alto custo, diga, como está o fornecimento?
  • Adalimumabe (humira)
  • Etanercept (Enbrel)  25mg
  • Etanercept (Enbrel)  50 mg sabemos que as pessoas que usam de 50 mg estão desde maio deste ano com séria dificuldade
  • Infliximab (Remicade)
  • Leflunamida (Arava)
  • Metrothexate – sabemos que tem lugares que não tem.
  • Azatioprina
  • Sulfadiazina
  • E todos os outros medicamentos que são fornecidos pela farmácia de alto custo.
Vamos nos unir e apresentar a Assistência Farmacêutica a nossa realidade, por favor informe, preencha o formulário abaixo e após preencher as lacunas click em enviar. Unidos podemos fazer um SUS eficiente.

 

Anúncios

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de Artrite Reumatoide aos 26 anos, enquanto atuava como enfermeira, estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros. De repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

2 Comentários

    • Shirlene.

      O Adalimumabe (Humira) é de aplicação subctânea (que nem a injeção de insulina) e pode ser aplicado em casa mesmo, portanto, os planos de saúde infelizmente e erroneamente não paga medicamento biológico de uso domiciliar.

      Vcs precisam dar entrada neste pedido em uma farmácia de alto custo do SUS.

Se você gostou dessa publicação, nos incentive a continuar, deixe seu comentário!