Joelhos, meus joelhos!

Minha vidinha, tah crescendo!

Desde julho 2011, apresento uma dor nos joelhos diferente da dor da Artrite Reumatoide. Derrepente meu joelho passou a doer de forma ardente e insistente, logo observei que não era uma dor da AR,  pois essa dor aliviava com o repouso, piorava quando subia escadas e de vez em quando era uma dor biliscante!

Em Agosto/2011, busquei auxílio médico, através do plano de saúde, o médico ortopedista solicitou, ressonância magnética de joelhos, que acusou “ruptura de ligamentos bilateral, estando o joelho direito com todos os ligamentos rompidos.

1º RNM 09/2011

Voltei no médico do plano de saúde, e logo, tive a noticia, você tem ruptura de ligamentos e precisamos operar urgente,  vamos marcar cirurgia para segunda-feira, não sei como você está andando sem apoio!. Era uma sexta-feira e na hora bateu um super medo, disse ao médico que tinha que consultar minha médica reumatologista e voltaria. Até hoje eu não voltei.

Voltei pra casa naquele dia, intrigada falei com minha mãe ao telefone “como pode, ruptura de ligamentos, eu estou andando sem apoio, me lembro que quando trabalhava no Pronto Socorro, os homens chegavam com lesão ligamentar sem andar, gritando de dor, e eu só tinha uma dor diferente da AR, e conseguia andar”.

1º RNM 09/2011

Em Outubro/2011, no SUS em consulta com minha médica reumatologista,  iniciamos medicamentos condroprotetores e fui encaminhada para a “Equipe do Joelho” em um hospital “SUS”, tive minha primeira consulta com a Equipe do Joelho na primeira semana de Janeiro/2012, e após extensa avaliação médica, fiz nova ressonância magnética em um outro laboratório de imagens, realizei inúmeras radiografias de joelho, até que após praticamente 2 meses (janeiro e fevereiro), indo toda quinta-feira neste ambulatório, a equipe médica comunicou que eu não tinha ruptura de ligamentos e sim, Joelho Valgo + “Síndrome Patelo Femural” que é o mesmo que, Condromalacia Patelar em Grau II no joelho esquerdo e grau IV no joelho direito, além de derrame articular bilateral.

2º RNM 01/2012

O joelho direito apresenta condromalacia em grau IV, a conduta médica seria 6 meses de medicamentos condroprotetores + fisioterapia para alinhamento e fortalecimento muscular, e após este período se não houver melhora clínica (sintomas) seria então indicado cirurgia para correção e alinhamento do joelho. Estou tomando medicamentos condroprotetores desde Outubro de 2011, ou seja, em Abril de 2012, já seria indicado cirurgia.

O joelho esquerdo apresenta condromalacia em grau II, a conduta médica é medicamentos condroprotetores + fisioterapia para alinhamento e fortalecimento muscular.

2º RNM 01/2012

E para ambos os joelhos, diminuição do peso para diminuir a sobrecarga articular. (coisa fácil pra quem usa corticoide, hoje estou com 15mg).

A conduta médica da Equipe do Joelho – SUS:

 Os médicos avaliaram que apesar do joelho direito estar em Grau IV,  não seria adequado, realizar procedimento cirúrgico, por conta da Artrite Reumatoide em atividade.  Pois segundo eles, o risco pode ser maior se operar, o professor explicou que, para operar o joelho direito seria preciso abrir o joelho cortar um pedacinho de ossinho, realinhar o joelho, deixando tudo no lugar, porém, não seria possível dar garantias de que a cirurgia seria um sucesso e que eu não teria nenhuma sequela após a cirurgia, a recuperação seria longa e a mobilidade poderia ficar prejudicada após a cirurgia. Diante dessa explicação, evidente que eu concordo com a decisão da Equipe do Joelho, pois ele dói, mas ele anda, com dor sempre, mas ainda assim está funcionando.

Radiografia Panorâmica de Joelhos 01/2012

Fico pensando,  se eu tivesse concordado com o médico do plano de saúde? Teria sido submetida a um procedimento cirúrgico errado?, com um diagnóstico errado?,  duvidei do que ouvi, não acreditei que mesmo com AR seria normal ter quase todos os ligamentos rompidos e ainda assim andar sem apoio, porque eu era a super Pri?, comuniquei minha médica e corri atrás de segunda opnião.

Quando o joelho começou a doer, com orientação do  médico ortopedista, comecei a fazer uso da Codeína para aliviar a dor, confesso que realmente alivia a dor, mas a longo prazo, após quase 7 meses tomando codeína de horário, cheguei a conclusão que não tomaria mais codeína, já que não posso operar, então vou estimular a minha resistência a dor, pois observei que a codeína estava interferindo na minha mente, estava muito agitada, esquecendo as coisas e pior me deixando perturbada.

A dor não é o pior, pois a dor, já nos acostumamos tanto, quando meus joelhos começaram a doer, nos primeiros meses foi muito difícil conviver com a dor nova, mas hoje acredito que estou criando resistência e já estou me acostumando com ela, porém, ela esta me limitando, limitando meus movimentos e isso está me deixando muito triste e irritada, por mais que eu queira voltar pra acadêmica, meus joelhos berram de dor, tem hora que parecem que vão desmontar, a dor do joelho arde, queima, fica quente, e belisca, e quando o joelho belisca ele não quer mais andar, fazendo com que eu pare meus movimentos até o efeito do joelho beliscante passar.

Demorei para escrever sobre isso, porque estava tomada por uma revolta que não tinha fim.

O primeiro diagnóstico do Joelho foi “ruptura ligamentar” onde a orientação médica foi diminuir a atividade física para poupar os ligamentos, pelo menos até a cirurgia. Já o diagnóstico definitivo “Síndrome Patelo Femural” a orientação médica imediata é Atividade Física para Fortalecimento muscular, ou seja, mesmo sem operar de Setembro/2011 à Fevereiro/2012 , foram 6 meses de orientação médica errada, por conta de uma ressonância magnética errada.

Sabe o que é isso? É Plano de Saúde que paga miséria aos serviços diagnósticos e as consultas médicas e isso é um fator estimulante ao erro, pois para ter lucros os serviços diagnósticos tem que atender uma demanda grande de pessoas e exames por dia e quem leva o prejuízo disso, somos nós pacientes. É por isso que a cada dia sou mais e mais, defensora do SUS!

Estou com AR ativa desde Agosto/2011, voltei a fazer febre de final de tarde em agosto, o biológico que estava tomando perdeu a eficácia, e estou usando o 2º medicamento biológico Anti-TNF, estou na 5º dose (2 injeção por semana) e sinceramente não vejo efeito sobre a AR.

Inicio tratamento médico multidisciplinar para perda de peso e melhor qualidade de vida e durabilidade dos meus joelhos, em breve escrevo sobre isso.

Obs: A Condromalacia Patelar é conhecida também por; Síndrome Patelo Femural e Joelhos de Corredor, muito irônico uma pessoa com AR ter Joelhos de Corredor!! Não corremos nem da chuva.

Para ler os laudos das ressonâncias magnéticas, basta clicar sobre as imagens.

Prirmãs ... minhas articulações acessórias!!
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));