Febre amarela e reumatismo: Alerta!

O Brasil está passando pelo pior surto de febre amarela das últimas décadas! Qualquer pessoa não vacinada que resida ou viaje para áreas com risco de transmissão pode contrair a doença. Esse risco é maior em maiores de 60 anos e em qualquer pessoa com alterações no sistema de defesa, como os portadores de doenças reumatológicas em uso de imunossupressores.

O que é a febre amarela?
É uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos. A doença é chamada assim porque o paciente pode ficar com o corpo todo amarelo (icterícia).

Quais os sintomas?
A maioria das pessoas não apresenta sintomas, porém, a doença é considerada perigosa por poder poder se apresentar de forma grave e até causar a morte. Quando os sintomas aparecem, as pessoas podem ter febre baixa e dores em todo o corpo, principalmente nas costas, dor de cabeça, nas articulações, náuseas, vômitos e fraqueza. Eles duram em torno de 4 dias e desaparecem. Algumas pessoas podem ter sintomas mais graves após 24h da recuperação desses sintomas, ou já de início. Os sintomas dessa fase mais grave são: febre alta, amarelão (icterícia), vômitos com sangue, urina escura e sangramentos.
Quais são as áreas mais afetadas?
Segundo dados do ministério da saúde no período de julho 2016 a junho 2017 os estados mais acometidos foram: Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro. A área de vacinação inclui todo o Norte e Centro-Oeste, e parte do Nordeste, Sudeste e Sul.
Do que é feita a vacina febre amarela?
Como comentamos no artigo de vacinas e artrite, a vacina de febre amarela é feita de vírus vivo atenuado, sendo contraindicada em algumas situações.
Quem não pode receber a vacina da febre amarela?

  • Doenças que levam a alterações no sistema de defesa nascidas com a pessoa ou adquiridas (imunodeficiências)
  • Pessoas com alergia a algum componente da vacina, a ovos e derivados
  • Doenças do timo (miastenia gravis, timoma)
  • Uso de imunossupressores, quimioterapia, radioterapia ou corticoides em doses maiores que 20mg/dia de prednisona ou equivalente

Como ficam os portadores de doenças reumáticas?
Nem todas as doenças reumáticas são tratadas com imunossupressores ou causam imunossupressão. Os portadores de fibromialgia, artrose, gota, tendinite ou bursite, entre outras, podem se vacinar conforme a recomendação para pessoas saudáveis.

Existem também aquelas doenças reumáticas que alteram o sistema imunológico ou que precisam de tratamento imunossupressor, como artrite reumatoide, artrite psoriásica, lúpus, espondilite anquilosante, esclerodermia, vasculites, polimialgia reumática, dermatomiosite, polimiosite, entre outras. Nestes casos é necessário fazer uma avaliação individualizada do risco e do benefício da vacinação, analisando-se o tipo de doença, o seu grau de atividade e o nível de imunossupressão do tratamento, pois apesar de ser eficaz, a vacina da febre amarela pode causar eventos adversos graves. Os pacientes são divididos em 3 grupos:

  1. Não imunossuprimidos: pessoas com doença controlada sem medicação, ou em uso de sulfassalazina e hidroxicloroquina podem ser vacinadas com orientação médica.
  2. Baixo grau de imunossupressão: uso de prednisona em dose menor que 20mg ao dia, ou metotrexato menor do que 20mg por semana, ou leflunomida 20mg ao dia. Nestes casos o reumatologista pode recomendar a vacina após uma avaliação individualizada, levando em consideração a atividade da doença e as condições de saúde. NUNCA tome a vacina sem orientação do médico.
  3. Alto grau de imunossupressão: uso de prednisona em dose maior do que 20mg ao dia, pulsoterapia com metilprednisolona, micofenolato mofetil, ciclosporina, tacrolimus, azatioprina, tofacitinibe ou biológicos (infliximabe, etanercepte, golimumabe, certolizumabe, adalimumabe, abatacepte, tocilizumabe, ustequinumabe, belimumabe, secuquinumabe). Estes pacientes não devem ser vacinados enquanto estiverem em uso destas medicações. O reumatologista pode orientar a suspensão programada do medicamento, ou seja, o paciente suspende por um tempo, recebe a vacina e reinicia o medicamento 4 semanas depois. Este intervalo de suspensão varia conforme o medicamento. NUNCA suspenda o seu tratamento por conta própria, sempre consulte o seu médico para tomar qualquer decisão, pois isso pode trazer graves consequências!

Qual o intervalo de descontinuidade dos medicamentos imunossupressores para aplicação das vacinas atenuadas?

Na tabela seguinte estão os intervalos de suspensão preconizados pelo Guia de Imunização SBIm/SBR. Esta suspensão nem sempre é possível na prática clínica, por este motivo o médico deve realizar uma avaliação individualizada. Relembrando: NUNCA suspenda por conta o seu tratamento.

Drogas
Intervalo
Corticoides
4 semanas
Metotrexato
Nenhum
Leflunomida
Nenhum
Sulfassalazina
​Nenhum
Antimaláricos
Nenhum
Antiproliferativos (azatipropina e ciclofosfamida)
3 meses
Inibidores de calcineurinas (ciclosporinas, sirolimus, tacrolimus)
3 meses para altas doses
Infliximabe
45 dias
Etanercepte
25 dias
Golimumabe
70 dias
​Certolizumabe
​70 dias
Abatacepte
70 dias
Belimumabe
105 dias
Ustequinumabe
105 dias
Canaquinumabe
105 dias
Tocilizumabe
65 dias
Rituximabe
6 meses
Se eu já recebi a vacina estarei protegido?
Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) uma dose é considerada suficiente para proteção por toda vida. Se você desconhece se já foi vacinado e perdeu o cartão vacinal, seu médico deve analisar o risco-benefício da vacinação.

 

Existe alguma outra medida de proteção sem vacina?
Se você não pode se vacinar, deverá seguir as seguintes recomendações:

  • Usar camisas de mangas compridas e calças
  • Colocar telas nas portas e janelas
  • Dormir debaixo de mosquiteiros
  • Não usar perfumes durante caminhadas em matas, pois atraem os mosquitos
  • Usar repelentes registrados oficialmente
  • Se for usar protetor solar, aplicar antes do repelente
  • Utilizar roupas impregnadas com permetrina

Para conhecer o material completo de guia de vacinas nas doenças reumáticas acesse:
https://www.reumatocare.com.br/vacinas.html

  1. Gersina Diz

    Uma criança de 8 anos tem artrite tomou a vacina da febre amarela. Ela toma mtx e não aconteceu nada com ela isso é normal?

    1. Priscila Torres Diz

      Olá Gersina, tudo bem?

      Graças a Deus não ocorreu nada demais, a orientação é que seja suspenso o tratamento pelo médico para que se tome a vacina da febre amarela, se não ocorreu nada até agora, fique tranquila.

  2. Gersina Diz

    Tenho artrite tomo leflunemida 20 meu médico disse pra eu tomar se estiver correndo riscos de pegar a febre mas não disse pra eu parar o medicamento estou preocupada e com duvidas

    1. Priscila Torres Diz

      Gersina, o Leflunomida é considerado um medicamento biologico de baixa imunossupressão, ou seja, explicando, é uma categoria de tratamento que permite tomar a vacina porém planejando com o médico sobre o dia certo. Converse com o seu medico direitinho.

  3. Gersina Diz

    Se tomar a fracionada corro o mesmo risco?

    1. Priscila Torres Diz

      Para pacientes imunodeprimidas, a vacina fracionada é inclusive bastante recomendada pois tem menor dose de vacina e isso diminui os efeitos colaterais. Converse com o seu médico.

  4. ilma Diz

    Gostaria de saber se quem toma ciclobenzaprina , pode tomar a vacina da febre amarela

    1. ReumatoCare Diz

      Oi, Ilma. Com relação ao uso da Ciclobenzaprina, não há nenhuma contraindicação à vacinação contra a Febre Amarela em quem está utilizando essa medicação. Então, pode tomar, desde que não haja outras contraindicações. Abraços!

  5. Michellen Diz

    Tenho síndrome sijoglem mas não tomo nenhum medicamento posso tomar a vacina da febre amarela?

    1. Professor Samuel Oliveira Diz

      Por ter uma doença autoimune só com autorização médica pode se vacinar

  6. Ibone Rodrigues Dos Anjos. Diz

    Tenho tendinites e burcites,fiquei um mês e meio sem tomar o predinizona.
    Sera que posso tomar a vacina?

    1. Priscila Torres Diz

      Ibone, só o médico pode te autorizar.

  7. lilian silva Diz

    Tenho artrite reumatóide, tenho 59anos. Até 6 meses atras, tomei predinisona 20mg. Comecei a tomar metrotexato 1 vez por semana e ácido folico 3 vezes por semana. Tomo remedio para pressão e diabetes todos os dias.Posso tomar a vacina contra a febre amarela?

    1. Priscila Torres Diz

      Lilian, consulte o seu médico, pois você além de doenças reumáticas tem diabetes, deve ter muita cautela.

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: