Uma Revolução na Fibromialgia?

Pesquisa recente, realizada pelo Instituto Karolinska e Massachusetts General Hospital traz maior entendimento sobre as causas da fibromialgia, iluminando um caminho para possíveis novos tratamentos.
fibromialgia causa dor no corpo todo, cansaço, problemas de sono e vários outros sintomas, trazendo sofrimento para milhares de pessoas. As causas da doença ainda não são bem conhecidas, mas se acredita que existam alterações na estrutura, função e na química do sistema nervoso central.

Há alguns anos os pesquisadores já haviam demonstrado que os pacientes com fibromialgia possuíam níveis aumentados de algumas substâncias da inflamação no líquido cérebro-espinhal, o que sugeria que poderia estar ocorrendo inflamação no sistema nervoso central, mas ainda não se sabia a origem dela.

Um estudo feito por um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos e da Suécia conseguiu demonstrar, pela primeira vez, a possível fonte de inflamação no cérebro dos portadores da doença. Eles usaram um exame chamado PET (tomografia por emissão de pósitrons), capaz de mostrar que as células imunes do sistema nervoso central, chamadas de células da glia, estão ativadas e resultam em inflamação. Esta inflamação, por sua vez, se correlacionou com o grau de fadiga que os participantes sentiram.

A importância do estudo se dá em demonstrar que existe uma alteração neuroquímica objetiva no cérebro dos portadores, comprovando que, ao contrário do que muitos afirmam, se trata de fato de uma dor real. Além disso, pode abrir portas para o desenvolvimento de novos tratamentos para a doença.

Não deixe de acessar o nosso guia sobre fibromialgia.

Originalmente postado no portal ReumatoCare.

Fonte ScienceDirect
Através da ReumatoCare
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));