Colunas da Pri Coronavirus Depoimento Minha Vida com AR

Eu, o covid positivo e o uso de medicamento biológico

Mesmo com tudo que vimos e ouvimos sobre o coronavírus, ele sempre parece estar distante, até que de repente chega em nossa casa e você começa a ver o mundo com as cores de um sistema de saúde que ainda não está preparado para lidar com uma pandemia, em nenhuma das fases. . Como tem sido observado com os pacientes reumáticos em uso de biológicos, eu estou bem, meus sintomas começaram no domingo, dia 21 de junho, 8 dias antes do meu positivo,  eu comecei a ter dores de cabeça do tipo enxaqueca, acompanhada de dores no corpo e uma fadiga exaustiva, tive calafrios, porém não tive falta de ar e nem febre, lembrando que febre para nós pacientes em uso de medicamentos biológicos nem sempre é esperada, pois podemos entrar em um quadro infeccioso sem apresentar febre por isso, fique atento aos sinais de seu corpo e na menor dúvida, consulte o seu reumatologista.

A conduta do meu reumatologista, foi de manter o uso do biológico normalmente e seguir em isolamento em casa, por mais 14 dias à partir desta segunda, 29 de junho. Eu faço uso do tocilizumabe subcutâneo, uma vez por semana aplicado em casa e seguirei a aplicação semanal. Lembrando muito a primeira história de covid que eu contei no #BlogAR, eu estou bem, mas a minha mãe que não tem 60 anos, que não usa biológicos, não é obesa, não é hipertensa e nem diabética, precisou ser internada no sábado (28/06), direto em uma unidade de terapia intensiva, agora graças a Deus, minha mãe está internada em uma enfermaria, recebendo medicamentos e sem oxigênio. Minha mãe começou a ter sintomas no fim de semana do dia 21 de junho, na quinta-feira ela procurou atendimento médico em um hospital do plano de saúde, aqui na cidade onde moramos, o médico que atendeu ela, não solicitou nenhum exame, não prescreveu nenhum medicamento e disse para ela que “estamos todos contaminados pelo coronavírus, vai para casa que isso vai passar”, mas infelizmente, ela evoluiu mal, sem teste, sem tratamento, na noite de sábado, minha irmã que é enfermeira levou ela no hospital do plano de saúde, com um oxímetro de pulso conectado em seu dedo, apontando a diminuição da saturação de oxigênio,  assim o médico acreditou que ela estava doente, solicitou uma tomografia que apontou o comprometimento pulmonar bilateral superior a 50%, a minha mãe poderia ter sido apenas mais um número do covid, por isso, nunca desista de lutar por um diagnóstico, seja ele o que for.

Todos nós sabemos que ao descobrirmos estar com coronavírus, devemos testar todas as pessoas sintomáticas ou não que tivemos contato, porém, desde o último sábado, descobrimos que fazer o teste do coronavírus mesmo sendo usuário do plano de saúde e até mesmo, se dispondo a pagar particular, aqui em São Paulo, no epicentro do covid no Brasil, não é tão simples assim, à partir do meu positivo, começamos a busca por testes para nossos filhos, sobrinhos, cunhados.

Existe muita publicidade de laboratórios, farmácias e hospitais, ligamos e checamos a informação antes de ir para fazer a coleta, todos afirmam fazer o teste do cotonete (PCR), mas quando chegamos pessoalmente, inventam uma desculpa e tentam te convencer a colher o teste rápido, que é este parecido com exame de gravidez e é pouco confiável.

Ao ligar em hospitais particulares, perguntamos se estão fazendo o teste PCR (teste do cotonete), todos os hospitais dizem que sim, e lá chegamos com pedido médico emitido por seu médico de confiança (meu reumatologista), e então descobrimos em 4 redes de hospitais grandes de SP, que para fazer o teste PCR é preciso passar em consulta com o médico do pronto socorro local e pasmen, existe hospital oferecendo KIT COVID; pague a consulta do PS já com o PCR incluso.

Conseguimos realizar o teste PCR em uma rede de hospital privado de São Paulo, pagando particular, o valor de R$ 225,00 por teste. Diminuir a circulação do vírus, deveria fazer parte da responsabilidade social de todos os serviços de saúde e somente hoje, nossos contactantes estiveram em 4 endereços, fazendo o teste apenas no 5º local.

Os valores dos testes são bem parecidos, mas a eficácia de cada um deles é bem diferente, consulte o seu médico, faça o PCR, lembra o teste do cotonete!

Se cuidem, fiquem em casa, não somente porque o coronavírus está circulando por aí, mas principalmente porque o sistema de saúde está em colapso, não somente de infraestrutura, mas de desinformação, nossos atendimentos foram feitos em hospital de plano de saúde, e de todos nós sabe quem conseguiu o resultado mais rápido e sem burocracia? o meu namorado que foi direto para uma base de covid do SUS.

Seguimos confiante em Deus, que assim como milhares de outros brasileiros, vamos superar o covid! estamos bem, ficaremos todos bem.

Se puder, fique em casa e se precisar sair usem máscara!

Confira, as informações seguras sobre coronavírus e pacientes reumáticos, desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Reumatologia: https://artritereumatoide.blog.br/14-fatos-importantes-que-todo-paciente-reumatico-deve-saber-sobre-o-novo-coronavirus-explicados-pela-sociedade-brasileira-de-reumatologia/ 

Related posts

Tudo que você precisa saber sobre a vacina da Gripe H1N1 em pessoas com doenças reumáticas

Priscila Torres

Rede Paulista de Apoio aos Pacientes Reumáticos apoia movimento de inclusão de biológicos no plano de saúde para pacientes com psoríase e hidradenite supurativa

Priscila Torres

7 exercícios físicos bons e acessíveis para o controle da dor

Priscila Torres
Loading...