Coronavirus Coronavirus Depoimento Depoimentos Em destaque

Apesar da artrite reumatoide e usando biológico, contraí e superei o coronavírus

Observando as inúmeras dúvidas no grupo sobre o coronavírus, resolvi compartilhar a minha jornada como paciente de artrite reumatoide, usuária de medicamento biológico tocilizumabe com metotrexato e contaminada com o coronavírus

No dia 14 de março, comecei a sentir uma fraca dor de garganta e febre que não passou de 38º, no dia seguinte o meu marido começou com os mesmos sintomas, nos isolamos de imediato. Estávamos com coriza, sem paladar nenhum, dores de cabeça muito forte, dores no corpo, tosse não tão intensa. Quatro dias depois (18/03), já estava com um pouco de falta de ar e dor leve no peito.

Atendendo à pedidos de meus familiares, fui para o hospital, no entanto, mesmo tendo plano de saúde, eu não consegui fazer o teste, pois os testes para Covid-19 não estão sendo feitos aqui no Rio de Janeiro, nem particular, nem pelo SUS, exceto os casos de pessoas que vão direto para a UTI. É bastante raro alguém conseguir no estado do Rio de Janeiro fazer o teste de coronavírus. Neste dia, fui medicada para dor, hidratada, fiz exame laboratorial e tomografia. Meu hemograma deu leucocitose de 15.800 ( alta, mas no meu caso não estava tão acima do meu normal). A médica, extremamente atenciosa, concluiu que o pulmão estava em condições de ser liberada para casa mesmo que tudo indicava, sim, ter uma manifestação do coronavírus.

Retornei para casa, e mantive isolamento total junto ao meu esposo. Foram dias de mal estar grande, fraqueza, dores, durou por volta de no total uns 10/12 dias. O meu plano de saúde – Amil suspendeu a maioria das consultas pela rede própria da Amil para autoimunes, está sendo feito o atendimento por telefone. Meu médico me ligou no dia 31 de março, conversamos por muito tempo, ele buscou conhecer os detalhes dos últimos exames que eu iria apresentar na próxima consulta. Também é da opinião de que eu contraí o coronavírus, mas que reagi bem talvez até por todo tratamento que faço. Orientou para que eu não abandone nenhuma medicação, inclusive a vitamina D e orientou a continuidade com o medicamento biológico e o metotrexato. Espero ajudar com esse relato, trazendo um pouco de tranquilidade para alguns aqui do grupo.

Apesar de terem se passado os primeiros 14 dias, seguimos em distanciamento social, para não propagar a contaminação. Aos poucos, vou voltando à minha rotina de autoimune.
Saúde e sorte para todos nós! 💐

Sou a Andreia Gonçalves, convivo com artrite reumatoide, faço uso do medicamento biológico tocilizumabe, associado ao metotrexato e moro no Rio de Janeiro.

Related posts

A reemissão é uma meta a ser atingida a longo prazo, mas todos os dias temos que vencer pequenas metas e nos parabenizar!!!

Priscila Torres

Logo após o casamento veio o susto do diagnostico

Priscila Torres

Tenham fé e nunca desistam,tudo é no seu tempo.

Priscila Torres
Loading...