Adalimumabe

Medicamento Biológico – Anti-TNF

DMARD – 2º linha -Medicamento Modificador da Resposta Imunobiológica – Medicação Biológica muda o curso da doença ao impedir a ação da substância que provoca a inflamação.


Administração, como usar:

  • Seringas preenchidas com dose de 40 mg – -1 dose à cada 14 dias
  • Injetável via Subcutânea (agulha insulina)

Indicação:

  • Artrite Reumatoide
  • Artrite Psoriásica
  • Artrite Idiopática Juvenil (AIJ – ARJ) pode ser usado em crianças, no Brasil é preconizado à partir de 13 anos.
  • Espondilite Anquilosante

Contra-Indicação:
  • Gravidez
  • Lactação
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência hepática
  • Insuficiência Cardíaca
  • Hepatite B
  • Esclerose Múltipla
  • Tuberculose ativa
  • Pessoas que já tiveram câncer devem ser avaliadas criteriosamente
  • Fibrose Pulmonar

Tempo para fazer efeito (controle da doença):
  • Em média 2 à 12 semanas (3 meses)

Exames solicitados pré-medicamento biológico

  • PPD (teste tuberculínico)
  • Radiografia de Tórax
  • Hemograma
  • Urina I
  • Provas de Função Hepática
  • Provas de Função Renal

Principais Efeitos Colaterais

  • Imunossupressão
    • (risco aumentado para infecções)
  • Intolerância Gástrica (náuseas, vômitos, gastralgia (dor no estômago), diarreia)
  • Calafrios
  • Febre
  • Dores musculares
  • Fraqueza e/ou Fadiga
  • Perda de apetite, náuseas, vômitos e diarréia
  • Alopecia
  • Hiperemia local aplicação (discreta irritação no local da injeção, que pode ficar vermelho e coçar).

Os efeitos colaterais diferem de pessoa para pessoa, cada organismo terá uma forma de reação ao medicamento biológico, os efeitos colaterais podem ser maiores nas primeiras doses e com o passar do tempo o organismo vai se adaptando de uma forma que os efeitos colaterais se tornam discretos.

Efeitos Colaterais Importantes e não tão comuns

  • Hepatotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração da função, ex: hepatite medicamentosa)
  • Nefrotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração da função dos rins)
  • Neurotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração do Sistema Nervoso Central)

Muito comum, as pessoas se assustarem ao ler os efeitos colaterais de um medicamento biológico, porém, alguém já leu a bula da dipirona? e paracetamol?, saiba que o paracetamol é muito utilizado pela pessoa que tem dor crônica, porém, ninguém divulga que o uso indiscriminado de paracetamol pode levar a séria Hepatite Medicamentosa, por isso, se o seu médico prescreveu medicamento biológico, confie, ele estudou e sabe o que está prescrevendo.

Farmacovigilância

Além dos efeitos colaterais previstos, podem ocorrer efeitos colaterais raros e imprevisíveis, momento em que através de formulário próprio da ANVISA os dados são registrado e encaminhados para a farmacovigilância. Todo efeito colateral fora dos padrões esperados deve ser encaminhado a notificação para a ANVISA que é o órgão regulatório de registro e liberação para uso de medicamentos no Brasil


Cuidados:

  • Não Ingerir Bebidas Alcoólicas
  • Evite aglomeração de pessoas e lugares fechados
  • Utilize método contraceptivo, evite gravidez durante uso da medicação.
  • Avaliação Renal: exames de sangue: creatinina – uréia
  • Avaliação Hepática: exames de sangue, TGO – TGP – fosfatase alcalina
  • Hemograma completo
  • Urina I

Fornecido pelo SUS “Sistema Único de Saúde”
Distribuição gratuita, através da Assistência Farmacêutica, sendo necessário:

Exames obrigatórios para abertura de processo:

Laudo da Radiografia de mãos

Exames de Sangue:

  • Hemograma completo com plaquetas,
  • TGO – TGP
  • Uréia – Creatinina
  • VHS – Proteína C reativa
  • Fator Reumatóide
  • Urina I
As informações são apenas uma orientação geral, a pessoa indicada para orientar corretamente é o seu médico assistente (reumatologistas).
Texto adaptado de Arthritis Research UK e Bulas. Med

Artigo anteriorEtanercepte
Próximo artigoInfliximabe

35 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria de saber se o uso de Adalimumabe é de uso continuo ou é administradro em doses periodicas no coso de artrite reumaitoide,tenho 61 anos e faço tratamento com um especialista

  2. Eu uso o Humira por causa da artrite psoriatica ja há 3 anos quero saber quanto tempo ainda vou fazer de medicação, mas melhorei bastante porque estva pessima da psoriase obrigada

    • Luisa, o Humira é um medicamento de uso contínuo, não existe tempo minimo ou máximo de tratamento, o que determina o tempo é o controle da doença, ou a perda da eficácia, e essa é uma decisão médica, que deve ser criteriosa, pois na Artrite Reumatoide ou Artrite Psoriásica, nunca devemos ficar sem medicamentos, pois corre o risco da doença ser reativada. Converse com o seu médico! Boa Sorte

  3. Boa tarde, faço uso da humira à três meses e percebi que estou engordando. Pode ser uma reação do medicamento?

  4. estou na quarta dose do humira e estou percebendo reaçoes como coceiras com bolinhas pelo corpo principalmente nos bracos, colo, barriga e pernas. tambem uma certa fadiga e canceira. isso é normal?
    tenho artrite reumatoide a 4 anos

  5. Minha mãe começou o tratamento com Adalimumabe , já recebeu a terceira dose, mas ela está pior que antes.O que faremos, esperamos mais tempo para fazer efeito?

    • 3 doses é muito pouco pra saber se a medicação é eficaz para o caso da sua mãe ou não, para esses dias de mais dor converse com o médico para receitar algum anti inflamatorio ou analgésico pois o medicamento sozinho não vai tirar completamente a dor.

  6. vou começar o tratamento com o humira , meus cabelos cairam muito com os outros medicamentos , agora estou tomando uma vitamina para fortalecer os fios , posso continuar tomando mesmo com o humira ?

  7. Estou tomando esta injeção a 4 meses,tenho tido dores fortes musculares e certo cansaço.Isso é normal.Clara q iniciei esta medicação depois de sofrer 32 anos com Artritre Reumatoite.Tenho 61 anos .

    • Olá Maria tudo bem?

      O medicamento tem açãao lenta e o tempo de resposta varia de pessoa para pessoa, porém se em 8 meses você não obtiver nenhuma melhora deve retornar ao médico para ajustar ou substituir o tratamento por outro.

  8. Olá, fui diagnosticada com artrite psoriasica ano passado aos 26 anos e estou tomando o metrotexato, mas não faz muito efeito. Agora vou começar o tratamento com o humira mas estou com muito medo por causa dos efeitos colaterais, infecções e riscos de doenças. Minha preocupação e da minha família é que tratando uma doença eu acabe contraindo outra ainda mais grave

  9. Oi, tenho Artrite Reumatoide diagnosticada desde os meus 10 anos, e hoje com 22 estou a 5 meses fazendo o tratamento com o Humira, e mudou minha vida, única coisa que posso indicar a quem tem a doença e não conheça o remédio, dê uma chance a ele, pois mudou minha vida e quem sabe pode mudar a sua…
    Priscila Torres, você está de parabéns com a iniciativa, orientando e ajudando muitas pessoas com o seu blog, agradeço a iniciativa em nome de pessoas que sofrem com essa doença tão chata…

  10. Oi tenho espondilite anquilosante e comecei tratamento com humira há 7 meses, as dores haviam passado quase que totalmente, mas desde abril comecei a sentir as mesmas dores que sentia antes de iniciar o tratamento. É normal voltar a sentir dores na sacroilíaca, quadril e tornozelos utilizando o humira?

  11. Olá, tenho EA e faço uso do Humira há 4 anos….desde o início do tratamento obtive melhora significativa….ainda faço uso a cada 15 dias, se passo muito o dia certo tenho q usar algum anti-inflamatório tb…..quem usa Humira ha mais tempo?? Será que terei q usar ainda por muito tempo ainda.antes de espassar mais as aplicações??

    • Jesus, acende a
      Você não pode passar do dia de tomar o adalimumabe, ele tem que ser usado conforme a orientação e prescrição do médico, se for de 14 em 14 dias, tem que ser bem no dia certinho, se não o efeito do medicamento, deixa de ser eficaz.

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Planejar aposentadoria fica ainda mais difícil na pandemia

Trabalhador deve conhecer sua vida contributiva e as regras da Previdência antes do pedido A pandemia de Covid-19, a crise econômica e a reforma da...

Procure conhecer tudo à respeito da sua doença e como você pode se ajudar! E acima de tudo, nunca desista!

No final de 2015, tive uma febre tão alta que me debatia na cama. Depois disso, não conseguia mais escovar dentes, pentear os cabelos,...

Live irá debater a falta de medicamentos nas Farmácias de Alto Custo

ReumaLive: Direitos dos Pacientes: Assistência Farmacêutica Em dezembro de 2020, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), emitiu um documento em que foi declarado...