Como escolher o melhor medicamento para tratar a Artrite Reumatoide?

A decisão terapêutica medicamentosa da artrite reumatoide, deve ressaltar a necessidade médica-clínica e a necessidade social do paciente, com melhor adequação ao estilo de vida e aceitação, o melhor medicamento será sempre aquele com maior aceitação e possibilidade de aderência com disciplina do paciente. 

A decisão pelo medicamento é sempre do médico, no entanto, para que nós pacientes tenhamos aderência é importante que o médico considere as necessidades do paciente, por isso, falamos em decisão compartilhada, médico considerando necessidades clínicas e paciente considerando seus aspectos de vida.

Hoje no Brasil temos vários tipos de medicamentos para o tratamento da artrite reumatoide, começamos sempre pelos DMARDS, os chamados medicamentos sintéticos, quase sempre iniciamos com a Cloroquina e vamos subindo as escadas dos DMARDS, a maioria dos pacientes passam pelo Metotrexato (os famosos muitos comprimidos por semana de uma só vez), até que chegamos ao momento de usar os medicamentos biológicos, que são divididos em dois tipos de tecnologia os Anticorpo Anti-TNF e Anticorpo Monoclonal, as formas de administração também são duas, através de “injeção subcutânea” ou “infusão endovenosa”.

O tipo de anticorpo é sempre uma escolha médica, no entanto, a forma de administração deve fazer parte da decisão compartilhada entre médico e paciente.

O medicamento biológico administrado por injeção subcutânea, são autoaplicáveis, recebemos o medicamento e o aplicamos assim como as pessoas com diabetes se aplicam a insulina, é uma injeção com agulha fina e pequena. As aplicações são feitas conforme o medicamento escolhido, na frequência de uma vez por semana, duas vezes por semana, uma vez a cada quinze dias. As desvantagens deste tipo de medicamento é o receio de realizar a injeção em casa, o local da injeção pode ficar com irritação e algumas pessoas sentem uma leve coceira. A maior vantagem é a autonomia de poder viajar e levar o medicamento.

O medicamento biológico, aplicado pela via endovenosa, são realizados em Clínicas de Infusão ou Ambulatórios, a frequência varia entre, uma vez por mês, de dois em dois meses ou duas aplicações de 6 em 6 meses. A principal desvantagem é estar preso a uma clínica de infusão e dedicar algumas horas do dia para receber o medicamento através da veia. A principal vantagem deste tipo de medicamento é não ter que se aplicar a injeção e tomar medicamento com menor frequência.

Enquanto pacientes, quando nos é permitido fazer essa escolha, devemos considerar várias questões como por exemplo: estilo de vida, frequência de viagens, se gosta ou não de tomar injeção, existem pessoas que tem pavor de injeção, essas pessoas podem não ter boa aderência a forma subcutânea, neste caso deve considerar a forma endovenosa.

É importante conversar com o médico sobre todas as formas terapêuticas disponíveis, não é aconselhável trocar de medicamento muitas vezes, por isso, é importante tomar uma decisão acertada pelo melhor tipo de medicamento, pois somente acontece adesão ao tratamento quando estamos felizes com o tipo de escolha medicamentosa.

Por isso pratique a decisão compartilha e explore todas as possibilidades, vantagens e desvantagens junto com o seu médico, ele é a melhor pessoa para esclarecer suas dúvidas e decidir pelo medicamento com maior chance de aderência.

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

12 Comentários

  1. Queria saber se os biológicos, todos eles, baixam a imunidade expressivamente.
    Pois tomei o umira e quase não fico boa, tive resfriado, sinusite, conjuntivite.
    Voltei para o metrotrexate mas continuo com dores.

    • Sandra, eu utilizo biológico desde 2010 e nunca tive nenhuma infecção causada pelo uso do biológico, acredito que isso, pode estar ligado a uma predisposição do organismo ou até mesmo com questões nutricionais ou de exposição, eu raramente fico gripada, é importante investigar as razões da recorrência das suas infrações pois não é o esperado.

    • Sandra, os medicamentos biológicos são imunossupressores do sistema imunológico, por isso baixa a imunidade, no entanto, isso é uma particularidade de cada pessoa, eu (Priscila Torres) já usei 3 tipos de medicamentos biológicos e nunca tive nenhuma infecção, no entanto, eu tomo todos os anos as vacinas das gripes e já tomei também a de pneumonia. Sugiro que converse com o seu médico para identificar o causador dessas infecções.

  2. Já estou bem desanimada em questão a medicação, segundo reumato que passo convivo com a artrite a três anos tenho 37 anos… o primeiro reumato me passou medicamentos manipulados qe eram ótimos porém eu não podia engravidar tomando aquela medicação… mudou a medicação mas engordei 10kilos em menos de um ano… mudei de reumato essa agora cortou da minha alimentação glúten, lactose e açúcar.. semente açúcar orgânico sal marinho e óleo de Coco e mudou totalmente minha medicação… super caros e mesmo assim sinto muita dor… academia sem chance de conseguir ir…. sou operadora de máquina trabalho a noite… francamente não sei se vou p um terceiro reumato ou convivo com a dor.

    • Rosângela, super recomendo que você ouça uma terceira opinião médica, pois essa conduta de retirar alimentos, não tem comprovação cientifica, ou seja, pode não ser efetivo e a dieta das pessoas com artrite reumatoide, deve evitar açucar, gorduras e trocar a farinha branca pela integral, isso é bem mais fácil de fazer do que realizar uma dieta restritiva.
      Quanto aos medicamentos você pode conversar com o médico e solicitar que seja prescrito apenas medicamentos que são fornecidos pelo SUS, pois hoje 17 tipos de medicamentos são fornecidos pelo SUS, dessa forma você não terá tamanho custos.
      Pense nessa ideia com carinho e cuide da recuperação de sua qualidade de vida.

  3. Olá mim chamo aldemy tenho 45 anos sofro de espondilte anquilosante a mais de 30 anos ja passei por todos estes medicamentos: Diprospam inj. decadron inj, meticortem, metrotexate 2,5, 2 vez por semana e biológicos tomei 2 vezes por mês por 1 ano, e parei, e nada de frear esta doença, já estou curvado 30 grau do centro da coluna, e a dor e rigidez não para é 24 hr com dor, para aliviar tomo Vimovo 500 +20 e alterno com anoproxeno 550 mg agora o medico vai mim receitar um outro biológico. já perdi a esperança de minha coluna retorne para centro. a dor ela tem um circulo, ele começa assim: pela manhã vai ater as 11 hr um pequeno alivio ater as 15 hr quando chegas as 16: hr começa aumentar o nível numa escala da dor de 5 a 7 das 16 hr as 19hr e 8 a 10 das 20 a 06 hora do dia seguinte. das 7 as 11 hr nível cai para o 5 de dor. por isso que eu uso o anti inflamatório as 16: hr quando o nível começa a aumentar.

  4. Olá Priscila,tudo bem? Eu tenho artrite reumatoide e uso medicamento biológico a mais de um ano,mas de dois meses para cá tenho notado que estou com uma alergia em meu corpo. Comuniquei meu medico e ele me pediu para parar por um mês com o medicamento. Esse mês eu não tomarei,mas a coceira está tão forte que estou ferindo meu corpo. Espero ter uma solução para isso.
    Priscila,obrigada pelas informações que nos dá,são muito importantes.

    • Nossa, Cristiane que reação estranha, será que essas coceiras são mesmo causadas pelo biológico? Bem, estimo suas melhoras e te peço para nos contar, se realmente eram e como vc ficou. #melhoras

  5. Infelizmente, são poucos os médicos que tem esse diálogo aberto com o paciente. Na maioria das vezes a decisão é tão somente do médico e sempre sobra uma ponta de dúvida acerca do tratamento. Cabe ao paciente, tão somente, mudar de médico.

    • Renato, isso é bem verdade, porém temos enquanto paciente, que exigir o nosso direito de ter a decisão compartilhada e de sermos ouidos e se não estiver bom, nos temos que lutar pelo direito de trocar e médico, o que no#SUS não é tão fácil!

  6. Ola Priscila boa tarde !!!
    Estou com artrite reumatoide exatamente a 1 ano,comecei tratando bursite e tendinite, com ortopedista que para amenizar minhas dores me receitava injeções de corticoides,e me foi recomendado pelo mesmo fisio, no penultimo dia de fisio minhas mãos, pernas,joelhos começaram a doer e inchar,fui encaminhada para o reumato.
    Fui diagnosticada com AR, em 01/06, mas o medico não me explicou nada sobre a patologia,me deixou muito confusa, ele simplismente me disse:Sabe uma pessoa ingessada dos pes a cabeça e voce daqui para frente,que não podera´fazer mais nada,me receitou calcio e vit D e mais corticoides.
    Desde então tomo remedios de homeopatia e faço acupuntura com semente de mostarda e massagem, uma vez por semana,quando a dor aperta muito tomo analgesicos.
    Mas sei que devo tomar remedios para inflamaçao e os ossos,mudei de reumato, ela me receitou Metotrexato,Acido folico,Alendronato,Carbonato de calcio e Colecalciferol.
    Comprei os remedios, mas estou na duvida sobre o Metotrexato, devido as reaçoes.???

    • Qualquer medicamento tem POSSIVEIS reações, não quer dizer que você vai tê-las, até um chá que você toma em excesso pode ter efeito ruim, não se preocupe com efeitos colaterais pois o MTX é a unica medicação que eu li das que foram receitadas para você que vai tratar realmente a doença o resto é somente paliativo e para alivio da dor, e existe diferença entre tratar a dor e tratar a doença.

Olá, deixe um comentário!