Automedicação agrava doenças intestinais

Os antibióticos, por exemplo, intensificam a irritação do intestino e aumentam a chance de possíveis inflamações do órgão.

De acordo com pesquisa do Instituto de Ciência Tecnologia e Qualidade (ICTQ), 72% da população brasileira toma medicação por conta própria, enquanto 40% faz autodiagnóstico por meio de buscas na internet. Colocando a saúde em risco ao adiar diagnósticos importantes, a automedicação também pode agravar doenças, como é o caso dos problemas intestinais. Os antibióticos, por exemplo, intensificam a irritação do intestino e aumentam a chance de possíveis inflamações do órgão.

O Grupo de Estudos de Doença Inflamatório do Brasil realizou uma pesquisa em seis capitais do país e constatou que 61% dos entrevistados não consultam um médico e se automedicam quando estão com diarreia. Ainda, o levantamento aponta que 46% tomam remédios sem prescrição quando sentem qualquer tipo de dores abdominais.

A Organização Mundial de Gastroenterologia estima que 20% da população global sofre de algum tipo de problema intestinal. Porém desse total apenas 10% consultam um médico. Os problemas do intestino aparecem de maneira lenta e progressivamente, por isso um médico deve ser consultado ao sinal de qualquer alteração.

“Usar medicamentos de forma indiscriminada altera o ecossistema intestinal, podendo agravar doenças e colocar a saúde em risco eminente. Ainda, mascaram sinais que podem denunciar que há algo de errado. Grande parte da população, não vai ao médico quando nota sangue nas fezes, um dos sintomas do câncer colorretal. O mesmo acontece com dores estomacais e diarreia, que podem estar ligadas à Doença de Crohn e à Retocolite Ulcerativa”, alerta o Dr. Tomazo Franzini, diretor da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.

Confira alguns medicamentos mais utilizados que afetam o intestino

Anti-inflamatórios
Podem causar gastrite, úlcera, diarreia, náusea e vômito por conta das alterações na mucosa.

Aspirina
Sua combinação com anti-inflamatórios ou bebidas alcoólicas intensificam as chances de sangramentos intestinais.

Laxante
Alteram a mucosa do intestino, proporcionando irritações e possíveis inflamações quando usados de forma indiscriminada.

Vitamina C
O excesso de vitamina C provoca distúrbios gastrointestinais e aumentam a chance de cálculo renal.

Fonte: http://revistanews.com.br/2017/08/26/automedicacao-agrava-doencas-intestinais/

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!