Depoimentos

Por razões maiores necessitamos aprender com as doenças, pois a vida nunca para!

Dores desde 2005, diagnostico Artrose e Fibromialgia e SII (síndrome do impacto Quadril) em 2008, 2011 -Angioedema, 2017- Prótese no Quadril direito, 2019 – Prótese do Quadril esquerdo, comprometimentos atuais: Dores articulares, musculares, nevralgias, coluna dorsal, cervical, ombros (recomendação de cirurgia no ombro direito), maxilares, dor de cabeça, cansaço, insônia, sistema digestivo lento.

Dor todos os dias, piorei agora nesse período, tomei uma injeção de corticoide de longa duração, receita da pregabalina+Gabapentina+Tramal 2 x por dia. Solicitei ao medico uma receita de Sulfamezida já começando a usar, em função das viroses e gripes de repetição, por 3 meses.

Quanto aos medicamentos em diagnóstico, que não vão bem, é preciso analisar outras causas, dentre elas as intolerâncias alimentares, leite, glúten, intestino, fígado, rins, processos inflatórios internos, geram inflamações nas juntas, que é o que estou procurando agora, tive receita dos neuropáticos (pregabalina/gabapentina/Tramal/Dipirona, etc), mas me senti sobrecarregado pelo fígado, cápsulas pra mim é um veneno.

Tomar só remédio pode dar certo até certo ponto, mas devemos procurar demais causas, não se pode generalizar só pelo lado emocional. Mas pedir exames do Figado, pra ver se não esta com cirrose ou hepatite medicamentosa, inflamação nos rins, se depender só do SUS, precisa da Assistente Social, fisioterapia, e outras soluções com equipe multiprofissional.

Já falei com a Priscila, sou muito grato pela a atenção que ele me deu, que Deus lhes abençoem, procurem também um local para orientações espirituais, meditação, auto projeção interna consciencial, seria um complemento para ter forças e continuar a sua caminhada em busca de sua recuperação, se precisarem de algumas palavras, estou a disposição.

Precisamos parar um pouco e pensar, que por razões maiores, necessitamos aprender com as doenças, pois a vida nunca para, acredite na eternidade da alma.

Meu nome é Pedro Rombola, tenho 68 anos, convivo com o diagnóstico há 15 anos, sou aposentado e moro em São José do Rio Preto-SP.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

#Depoimento

Related posts

A carinha de felicidade de quem recebeu a notícia de que está em remissão!

Priscila Torres

Temos que ter em mente que somos pessoas especiais e precisamos de cuidados

Priscila Torres

Sinto minha incapacidade.Mas o que fazer? Temos que prosseguir, tendo Fé em Deus que tudo vai melhorar!

Priscila Torres
Loading...