Ministério da Saúde decide não incorporar no SUS, medicamento inovador para tratamento de uveítes

Consulta pública nº41 recomenda a não incorporação de adalimumabe para uveítes

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no SUS, emitiu parecer contrário a incorporação do imunobiológico adalimumabe para o tratamento de uveíte não infecciosa intermediária, posterior e panuveítes.
A Consulta Pública nº 41, recebe contribuições da sociedade civil até o dia 23 de agosto de 2018, é essencial o envio de evidências científicas por parte dos médicos e da evidência dos pacientes, por meio dos links de contribuições:

Contribuições de pacientes: http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=40857
Contribuições de médicos e profissionais: http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=40856

Sobre a consulta pública:
A uveíte é caracterizada como uma doença inflamatória intraocular, que acomete a úvea, camada ou túnica vascular média dos olhos. Seus sintomas variam de acordo com o tipo (aguda, sub-aguda ou crônica), dependendo da causa pode levar a diminuição da acuidade visual (característica do olho de reconhecer dois pontos muito próximos) ou cegueira. Essa patologia tem um Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) vigente com critérios para o diagnóstico, tratamento preconizado, arsenal de medicamentos e demais produtos apropriados; disponíveis para os gestores do Sistema Único de Saúde (SUS).

A proposta é a inclusão do adalimumabe no PCDT recomendando seu uso aos pacientes com resposta inadequada de corticoides. No entanto, de acordo com os técnicos do Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde (DGITS/MS), os resultados demonstraram um lado positivo e outro incerto. O resultado é favorável na acuidade visual, qualidade de vida e diminuição da atividade da doença em pacientes com uveíte ativa, entretanto não foi observada diferença em pacientes com a forma inativa.

Devido às incertezas quanto ao real benefício do adalimumabe aos pacientes com uveíte, a Conitec decidiu recomendar pela sua não incorporação ao SUS. A população pode participar da Consulta Pública até o dia 23 de agosto.

Clique aqui e acesse o relatório de recomendação inicial da Conitec.

Como participar

Utilize os formulários eletrônicos disponíveis no nosso site, no link Consultas Públicas. Faça seus comentários e sugestões. Sua participação é muito importante!

Relatório científico
ReSoc105_ADALIMUMABE_hidradenite (1)

Relatório para pacientes
ReSoc105_ADALIMUMABE_hidradenite (1)

Fonte: Conitec

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: