Coronavirus Depoimento Depoimentos

Deus é maior que a artrite, lúpus e o coronavírus juntos: eu sou um milagre 

Momentos antes de ser entubada, pedi a Deus, que fizesse a boa perfeita e agradável vontade dele na minha vida, pois ali a minha vida estava acabando, venci o COVID, sou um milagre de Deus

Quando a pandemia começou, por conviver com artrite e lúpus em remissão, estava me cuidando seguindo todas as recomendações de segurança para proteção contra o coronavírus, até que uma sofri uma queda, que levou a  torção de um tornozelo e o outro pé ficou muito inflamado, precisei ir ao hospital e 3 dias depois começaram os primeiros sintomas do coronavírus. 

Estou em casa há 5 dias,  depois de 90 dias com Covid19, 21 deles entubada, 38 internada. Eu pude ver mais uma vez a graça e o favor de Deus, sobre a minha vida, e o grande milagre que aconteceu 2 dias antes do meu aniversário.

Como diz o louvor, ele deu um sopro em meus pulmões, me deu alta sem sentido, e me tirou de uma UTI, onde só piorava, onde todos os médicos dos hospitais e médicos conhecidos, acompanhavam de fora, e sempre a mesma linguagem, o caso é gravíssimo.

No início quando me internei, ainda conseguia me comunicar com familiares e amigas(os) pelo celular, e a medida que o tempo foi passando só piorava, o hospital se comunicava com a família, por boletim médico, através do Whatsapp. Às vezes muito superficial, mas até antes da UTI, eu falava com todos, e o que me doía mais, era quando via as lágrimas nos olhos dos meus filhos, se fazendo de forte sem serem, o desespero do meu esposo sem poder fazer nada, primas (os). 

Amigas(os) muito queridas, começaram a perceber que cada dia mais, eu estava piorando e foram ficando desesperada, e de certa forma eu também,  pois sabia o quanto eu não estava bem, mas sempre dizendo “Vai dar Certo” até que piorei muito, tudo que você imaginar, foi se comprometendo, e quando o meu médico chegou, pegou no meu pulso e viu que estava muito mal, saiu correndo pra que preparam a UTI, enquanto isso enfermeiras, foram pegando tudo que era meu, lacrando e avisando a família, para levar tudo pra casa, pois quando você entra na UTI, não pode levar nada. 

Ali, é “SÓ VOCÊ E DEUS”, chegando na UTI, vi pessoas entubadas que não resistiram, vi colocando dentro de sacos e levando, e aquilo doía muito, até que eles me colocaram em oxigénio máximo, balão, sala de alto fluxo, dia após dia piorando. Foi qdo o médico falou que iria ser entubada, já estava com catéter venoso central,  para medicação que vai direto ao coração, precisei ser sondada para alimentação, e chegaram dizendo que o anestesista já vinha me entubar.  

Foi quando o próprio hospital ligou pra minha minha família, e fez uma chamada de vídeo, ali estava minha família em choque, eu já estava um pouco sedada, só fazia gestos, coração, beijos, não falava mais, ali era uma despedida, caso eu não voltasse, e quando terminou, lembro que orei com todas as forças que me restavam, e pedi a Deus, que fizesse a boa perfeita e agradável vontade dele na minha vida, mas se fosse pelos meus filhos e por todos que estavam aqui fora, orando/rezando e sofrendo por mim, segurasse na minha mão, e não soltasse enquanto eu estivesse preparada pra viver outra vez, pois ali a minha vida estava se indo.

Começou ali, a grande batalha pela vida, as pessoas do hospital que me viram na UTI, disseram depois, que eu fiquei tão mal, que até meus pés foram furados, precisei tomar Adrenalina, morfina e todos os medicamentos que existia no hospital. Com 18 dias, tentaram desentubar, mas não tinha nenhuma reação, era totalmente sem vida, cheia de aparelhos enfim, 2 dias antes do meu aniversário, na terceira tentativa, consegui me despertar, mesmo assim continuei no oxigênio, com sonda para se alimentar, e sem forças nas pernas.

No dia do meu aniversário, tive uma festa surpresa, com toda a equipe que me atendiam, enfermeiros, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, psicólogo, nutricionista, e o meu médico que está de azul no vídeo, uma equipe, carinhosa, humana, que segurou várias vezes minha mão e dizia, você vai vencer, pois você é forte, todos os médicos que me atenderam foram cuidadosos, maravilhosos, me passavam segurança, uma maneira diferente de enfrentar essa doença (empatia).

E depois desse texto enorme, quero dizer que: não estou querendo passar o meu sofrimento, e sim dizer o que Deus fez na minha vida, dar um bom testemunho do Amor dele por mim, agradecer minha família em geral, a todos amigos (as), e toda equipe de saúde do Hospital da Unimed.

E dizer que continuo em tratamento em casa com medicações, fazendo reabilitação, pois devido os dias entubada, eu não consigo caminhar, se alimentar, pois é muito agressivo 21 dias entubada, sempre ficam sequelas, que só o tempo vai normalizando, mesmo assim eu não tenho medo; pois sei que Deus, não faz o milagre incompleto ele faz tudo perfeito.

Quando tudo começou a minha artrite estava em atividade e havia iniciado o controle com um novo medicamento biológico, agora sigo com uma dose alta de corticóide e da artrite. Do Covid, fiquei com 70% do pulmão sem respirar, batimentos cardíacos o normal é 60 o meu está 130 e ainda estou sem andar, mas com 6 meses o médico falou que estaria normal.

Vou orar por vcs, e creia, tudo vai ficar bem, pois o nosso Deus é o DEUS do impossível.

Observação:

Vcs que me conhecem, que são próximos, acompanhou tudo, não pensem que esse vírus é brincadeira, e só acontece com outros, eu tive a misericórdia de Deus, de Sobreviver entre 66.000 pessoas no Brasil, que não tiveram a mesma sorte que eu!

Me chamo Gardenia Andrade, moro em Fortaleza, tenho 53 anos, convivo com Artrite e Lúpus e Sou um Milagre de Deus. 

#Então #Cuidem Se #Não É Fácil

Antes de tudo, muita Fé, Deus é lindo, maravilhoso, e me ama muitooo.🌻🥀🌻

Anúncios

Related posts

Percebi que a artrite começou a tirar a minha liberdade

Priscila Torres

Ela mora em mim, mas eu não moro nela

Priscila Torres

Apesar de tudo sou uma pessoa feliz

Priscila Torres
Loading...