Prefeitura de Curitiba oferece até quinta-feira vagas de trabalho para pessoas com deficiência

Até a próxima quinta-feira (28), os postos do Sine das Ruas da Cidadania de Curitiba darão atendimento exclusivo para pessoas com deficiência em busca de uma vaga de emprego. São cerca de 500 vagas colocadas à disposição durante a Semana da Empregabilidade para Pessoas com Deficiência, promovida pela Prefeitura de Curitiba.

Ao longo da semana, os guichês do Sine serão exclusivos para o atendimento destes trabalhadores, das 9h às 17 horas. Algumas Ruas da Cidadania terão uma estrutura especial de atendimento, com intérpretes de Libras, técnicos do INSS, da Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência e empresas participantes.

Nesta segunda-feira (25), a estrutura foi montada na Rua da Cidadania da Boa Vista. Na terça-feira (26) será a vez do Boqueirão; depois virão Pinheirinho, na quarta-feira (27); e Fazendinha,quinta-feira (28). Na Boa Vista, pela manhã, foram feitos 20 atendimentos. As oito empresas participantes do processo seletivo encaminharam 17 trabalhadores para entrevistas.

Leiliane de Cristo participou da seleção e agora aguarda por uma colocação de auxiliar administrativa. Vítima de um acidente, ela tem uma prótese no tornozelo esquerdo. Após quatro anos, tenta voltar ao mercado de trabalho. “Fiquei todo este tempo recebendo auxílio doença do INSS e agora estou liberada para buscar emprego. Meu marido está empregado, mas temos sonhos. Queremos ter nossa casa própria e eu preciso trabalhar”, declara.

Também vítima de um acidente de automóvel que deixou o lado esquerdo do corpo paralisado, Cláudio Marcos Pierosan tenta uma recolocação em uma vaga de auxiliar administrativo. Após oito meses sem trabalhar, conseguiu encaminhamento para uma entrevista na próxima quarta-feira. “Estou com esperança. Tenho experiência, conhecimento de informática e acho que estou preparado para voltar ao mercado de trabalho”, comenta.

As vagas oferecidas são majoritariamente para as seguintes funções: assistente administrativo, assistente de vendas, cobrador do transporte coletivo, estoquista, empacotador em supermercados, auxiliar de linha de produção, operador de caixa de supermercados, operador de telemarketing e servente de limpeza.

Os salários variam entre R$ 880,00 e R$ 3.000,00, mais benefícios. A média salarial é de R$ 1.200,00.

Aproximadamente 20 empresas irão participar do processo seletivo, com atendimento presencial, distribuídas nas Ruas da Cidadania. Elas fizeram cadastro prévio das vagas, no período entre 5 e19 de julho, de acordo com edital publicado pela Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego.

Experiência

Há um ano, Osmar da Silva Júnior procurava uma vaga na Semana da Empregabilidade para Pessoas com Deficiência. Hoje, Silva é assistente administrativo de uma empresa de gestão em saúde, no centro da cidade.

Aos 37 anos e formado em Direito, Silva possui deficiência física na perna direita. “Na época, eu estava desempregado e fui muito bem atendido pela equipe da Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego. Meu encaminhamento deu certo e esta semana já recebi meu aviso de férias. Estou muito contente com o emprego”, disse.

Seu conhecimento na área jurídica ajudou na recolocação no mercado de trabalho, um fator importante para seu desenvolvimento pessoal. “Recomendo que as pessoas com deficiência procurem o Sine e tenham a oportunidade de um emprego como eu tive. Sou respeitado e trabalho em harmonia com todos”, avalia.

Gerente regional da empresa Geap Autogestão em Saúde, Carlos Carboni avalia a importância de se contratar pessoas com deficiência. “Nossa empresa tem 41 colaboradores. Dois deles com deficiência. É política da empresa que o ambiente de trabalho seja inclusivo. A equipe aprendeu a conviver com eles e ambos têm excelentes resultados”, disse.

Em 2016, a Lei de Cotas completa 25 anos. Em empresas com mais de cem funcionários, é obrigatória a contratação de reabilitados ou pessoas com deficiência para ocupar de 2% a 5% das vagas.

“Desde 2013 trabalhamos em parceria com a Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego para conscientizar as empresas para a contratação de pessoas com deficiência. As empresas precisam perceber o potencial, qualificação e formação desses trabalhadores. Eles precisam de oportunidades para serem inseridos no mercado de trabalho. A semana da empregabilidade vem para promover oportunidades a essas pessoas”, diz a secretária municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Mirella Prosdocimo.

Fonte: Bem Paraná

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!