Precisamos acreditar que vamos conseguir vencer

Descobri a AR há 16 anos, alguns meses após me formar como técnica em enfermagem, profissão que escolhi por amor (larguei uma faculdade faltando 5 cadeiras para terminar). Estava trabalhando num plantão noturno quando um médico me disse que havia algo errado comigo, andava mancando do joelho direito e ele pediu alguns exames e deram todos alterados, muito alterados. Meu mundo caiu e logo de início não quis acreditar no que os exames diziam, com o tempo e sem tratamento as dores aumentaram e eu me rendi e comecei a tomar as medicações, continuei trabalhando, mas tive muitas idas e vindas, atestados, INSS, cirurgias no joelho, várias, após 5 anos de tratamento decidi que queria ser mãe, parei com todas as medicações, engravidei e tive uma gestação linda e tranquila, com pouquíssimas dores, minha filha nasceu e eu entrei em remissão, que durou 8 anos.

Há um ano, a AR voltou a me incomodar, e de uma AR monoarticular no joelho direito, atacou braços, cotovelos, pulsos e mãos, tem sido tempos bem difíceis, de lutas diárias, mas todos os dias quando acordo e meus pés tocam o chão, sou grata a Deus. Hoje não me entrego fácil pra AR, ela até me balança, mas não me derruba mais, não perco meu sorriso e acredito sempre que dias melhores estão por vir. Precisamos acreditar que vamos conseguir vencer. Que somos muito mais que a AR e que somos guerreiros. 


NUNCA deixem de acreditar em dias melhores, isso nos dá forças pra enfrentar os dias. E para quem tem AR e pensa em engravidar, sigam em frente, foi a melhor decisão da minha vida. Minha filha é minha parceira, minha amiga, minha vida. É por ela que tento ser uma pessoa melhor.  A AR não vai ganhar essa batalha.

Depoimento doado pela Camila Bernardo, membro do grupo EncontrAR, ao Blog Artrite reumatoide.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Anúncios

Comentário

comentários

1 Comentário

  1. Priscila assim meu coração se enche de alegria. Obrigada por compartilhar minha história que ela possa ajudar muitas pessoas.

Olá, deixe um comentário!