Precisamos acreditar que vamos conseguir vencer

Descobri a AR há 16 anos, alguns meses após me formar como técnica em enfermagem, profissão que escolhi por amor (larguei uma faculdade faltando 5 cadeiras para terminar). Estava trabalhando num plantão noturno quando um médico me disse que havia algo errado comigo, andava mancando do joelho direito e ele pediu alguns exames e deram todos alterados, muito alterados. Meu mundo caiu e logo de início não quis acreditar no que os exames diziam, com o tempo e sem tratamento as dores aumentaram e eu me rendi e comecei a tomar as medicações, continuei trabalhando, mas tive muitas idas e vindas, atestados, INSS, cirurgias no joelho, várias, após 5 anos de tratamento decidi que queria ser mãe, parei com todas as medicações, engravidei e tive uma gestação linda e tranquila, com pouquíssimas dores, minha filha nasceu e eu entrei em remissão, que durou 8 anos.

Há um ano, a AR voltou a me incomodar, e de uma AR monoarticular no joelho direito, atacou braços, cotovelos, pulsos e mãos, tem sido tempos bem difíceis, de lutas diárias, mas todos os dias quando acordo e meus pés tocam o chão, sou grata a Deus. Hoje não me entrego fácil pra AR, ela até me balança, mas não me derruba mais, não perco meu sorriso e acredito sempre que dias melhores estão por vir. Precisamos acreditar que vamos conseguir vencer. Que somos muito mais que a AR e que somos guerreiros. 


NUNCA deixem de acreditar em dias melhores, isso nos dá forças pra enfrentar os dias. E para quem tem AR e pensa em engravidar, sigam em frente, foi a melhor decisão da minha vida. Minha filha é minha parceira, minha amiga, minha vida. É por ela que tento ser uma pessoa melhor.  A AR não vai ganhar essa batalha.

Depoimento doado pela Camila Bernardo, membro do grupo EncontrAR, ao Blog Artrite reumatoide.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

1 COMENTÁRIO

  1. Priscila assim meu coração se enche de alegria. Obrigada por compartilhar minha história que ela possa ajudar muitas pessoas.

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Planejar aposentadoria fica ainda mais difícil na pandemia

Trabalhador deve conhecer sua vida contributiva e as regras da Previdência antes do pedido A pandemia de Covid-19, a crise econômica e a reforma da...

Procure conhecer tudo à respeito da sua doença e como você pode se ajudar! E acima de tudo, nunca desista!

No final de 2015, tive uma febre tão alta que me debatia na cama. Depois disso, não conseguia mais escovar dentes, pentear os cabelos,...

Live irá debater a falta de medicamentos nas Farmácias de Alto Custo

ReumaLive: Direitos dos Pacientes: Assistência Farmacêutica Em dezembro de 2020, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), emitiu um documento em que foi declarado...