Não a médicos cubanos! Não ao Ato Médico! Não a ditadura em forma de democracia que está virando o SUS!

Gente, resolvi escrever este post para responder declaradamente a muitos e-mails, mensagens indiretas no twitter, sms, enfim..

  • Não sou a favor dos médicos cubanos chegando de caravana.
  • Não sou a favor do Ato Médico
  • Não sou a favor da Ditadura em forma de Democracia que estamos vivendo no SUS.

Sim, eu não sou a favor da vinda de médicos cubanos, sabe porque?, por reconhecer a falta de valor que tem nossos médicos brasileiros, é muito tranquilo para o governo trazer médicos cubanos, que vivem uma ditadura dura em um país sem infraestrutura e convidados para virem trabalhar em outro país, ainda mais, um país bom para se viver como o Brasil, onde qualquer estrangeiro bilíngue, trilíngue com um diploma universitário chega e leva nossos melhores cargos, então, chegarão aqui os médicos cubanos, vão encontrar péssimas condições de trabalho, mas para eles, médicos cubanos convidados a ocupar um cargo em outro país, será facilmente tolerável, porque eles chegarão como os “salvadores da saúde publica brasileira“, aceitarão qualquer coisa, e se sentirão valorizados porque afinal, o Brasil precisou deles.
E então, chegarão nos interiores deste Brasil, vão encontrar péssimas condições de trabalho, um povo que mal sabe falar a sua língua nativa e terão que se esforçar para entenderem o que fala o médico cubano.
Qual o brasileiro que já não foi atendido no serviço publico por um médico estrangeiro que falava um péssimo português e quando contrariado “tipo, doutor eu não entendi” recebem uma resposta ríspida e saem do consultório sem entender absolutamente nada. Isso é promoção a saúde? ou a defesa de interesse partidários?

Claro tem muitos médicos estrangeiros no Brasil que são excelentes profissionais, porém, eles não chegaram assim na “caravana de médicos cubanos salvadores do Brasil“.

Nós pacientes brasileiros, representantes de organizações de pacientes, devemos lutar em defesa dos nossos médicos, por melhores condições de trabalho, por jornadas justas de trabalho, por valorização das pesquisas clínicas, pela justa remuneração dos planos de saúde. Pela ampliação das vagas nos cursos de medicina e das vagas de residência médica, pela melhor remuneração dos médicos residentes que carregam os hospitais universitários nas costas, recebem toda a carga negativa de revolta da população do SUS e no final do mês recebem um salário baixíssimo que mal paga as suas despesas básicas. E depois de tudo, de todas essas barreiras, chegam os médicos cubanos e levam a bandeira da salvação da saúde pública. E nem vamos falar da qualidade de ensino. O Brasil tem sim, ensino médico de qualidade, o que não temos é investimento do governo para viabilizar melhores condições de ensino e trabalho.

Eu sou contra isso!!! e não adianta fazerem comentários repressores, porque eu entendo que os médicos brasileiros estão entre os melhores médicos do mundo, prova disso é que o ex-presidente Lula e a presidente Dilma, quando doentes, se trataram com médicos brasileiros e nos melhores hospitais privados do país. Além de que a senhora presidente usou um medicamento para tratar seu câncer e quando teve a oportunidade de oferecer este mesmo medicamento para o povo brasileiro, foi negado a incorporação na CONITEC.

E falando na CONITEC. 

A Conitec é o  Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias da Secretaria Executiva da  Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS, ou seja, o lugar onde é tomada da decisão se os medicamentos serão ou não oferecidos pelo SUS.

E para que novos medicamentos sejam oferecidos pelo SUS, faz parte da legislação brasileira a publicação de “Consulta Pública” momento em que toda a sociedade, sociedade civil, sociedades médicos, etc, enviem suas contribuições para que estes medicamentos sejam fornecidos ou não pelo SUS.

Ocorre que o Ministério da Saúde, através da CONITEC tem publicado consultas públicas com parecer já contrário, ou seja, pra que serve mesmo uma consulta publica? não é o momento democrático de participação popular? mas essa participação popular já tem decisão tomada. Então, isso não é democracia, se a Conitec já te parecer contrário, de que adianta perguntar o que a sociedade civil quer? se é o governo quem tem decidido. Não adianta, falar que os medicamentos negados pela Conitec não tem comprovação cientifica, porque nós, pacientes e líderes de associações, convivemos com gente como a gente, que tomaram esses medicamentos e tiveram sua qualidade de vida recuperada.

Mas, gente, doente bom é doente morto que não dá conta pra ninguém pagar, que não gera demanda pra ninguém atender. Muitas vezes temos realmente este entendimento!!

E sou contra o ato médico, quem é promove saúde, sem a equipe multidisciplinar?!! O atendimento a saúde deve ser amplo, democrático e eficaz!! se o mundo precisasse só de médicos não teriam sidos criadas tantas importantes profissões como enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, etc..

“A história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes”.Karl Marx

E é muito importante que as classe lutem juntos!!!!

Espero ter respondidos a todos!!!! e viva a liberdade de expressão,muitos tem usado o termo “Liberdade de Expressão”, mas quando contrariados em suas ideologias, atuam como verdadeiros repressores idealistas partidários!!

Pronto falei!!!!

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

1 Comentário

Olá, deixe um comentário!