Artrite Reumatoide “Oportunidade de tratamento Unifesp”

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), reconhecida pelo desenvolvimento de pesquisas e estudos científicos,oferece vagas para voluntários.

Artrite

A disciplina de reumatologia da Escola Paulista de Medicina da Unifesp está recrutando voluntários para a participação em uma pesquisa que visa avaliar o impacto do treinamento físico resistido progressivo (para fortalecimento muscular) no tratamento de artrite reumatoide.

Podem participar do estudo homens e mulheres com idade entre 18 e 65 anos portadores da doença. Serão excluídos os portadores de fibromialgia, deformidades articulares ou qualquer outra doença que impeça o indivíduo de realizar exercícios como a musculação, além daqueles que estejam participando de outro tipo de pesquisa como voluntário.

Os pacientes selecionados serão submetidos a uma avaliação clínica realizada por um médico reumatologista e, em seguida, serão avaliados por um terapeuta ocupacional por meio de alguns testes físicos para avaliar a força muscular (com máquinas especificas para cada grupo muscular; membros superiores, inferiores e tronco) e alguns questionários.

Os interessados podem entrar em contato com o pesquisador Felipe Martinelli Lourenzi pelos telefones (11) 99953-5722 (VIVO) e 97687-2659 (CLARO) ou pelo e-mail:fmlourenzi@yahoo.com.br. Estão disponíveis 30 vagas.

Fonte: http://www.jcnet.com.br/Geral/2013/07/unifesp-oferece-vagas-para-voluntarios-em-35-areas.html

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

2 Comentários

  1. Gostaria de participar, mas como moro em Curitiba fica difícil devido ao deslocamento. Provavelmente essa pesquisa seja longa e eu teria que ir várias vezes a São Paulo.

  2. Olá dona Clotilde, obrigado pelo interesse, apenas para “responder” seu comentário, a duração desta pesquisa é de 24 semanas, é realizado em São Paulo capital. Caso a senhora queira mais informações, entre em contato. Atenciosamente, Felipe

Olá, deixe um comentário!