Quem vive com AR tem que aprender a lidar com as limitações

Tudo começou quando um dia fui dormir bem e acordei no meio da noite com muita dor no braço, levantei, tomei um anti-inflamatório e voltei a deitar, na manhã seguinte simplesmente não consegui levantar, dores insuportáveis nos pés, joelhos e quadris, de imediato fui levada ao um hospital, na época morava em Campinas – SP  e o hospital era na Unicamp, assim que entrei na sala o medico me examinou e falou que era AR, eu nunca tinha ouvido falar nessa doença, ele me explicou tudo sobre ela e pediu alguns exames, fiz os exames que me pediu e, um mês depois dos primeiros sinais foi confirmado o diagnostico.

No começo achava que tomaria o remédio e tudo ficaria bem, que tudo ia passar. Puro engano, veio uma crise muito forte ,dores insuportáveis, já tomava corticoides e anti-inflamatório, tive que mudar de medico e esse me passou arava, melhorei por um tempo mas logo não estava mais resolvendo, dai o medico me passou o humira e mtx de 15 uma vez por semana.

Em 2006 fiquei gravida, parei o biológico e o mtx, mas assim que o meu filho nasceu tive que voltar imediatamente com os remédios, passaram alguns anos e vim morar em Alagoas, chegando aqui começou uma das piores crises, onde nada mais funcionava, cheguei a tomar 35mg de corticoides por dia, até morfina tomava e nada resolvia, mudei de medico, já estava numa crise difícil de reverter, com sequelas terríveis no pé, ano passado me submeti a uma artrodese do mesmo, ainda preciso passar por outra artrodese e também prótese no joelho, hoje estou melhor, mas mesmo assim meu medico mudou o biológico, vou começar a usar o tocilizumab.

Quem vive com AR tem que aprender a lidar com as limitações, não é fácil, porque tenho vontade de levar meu filho a escola e não posso, isso me entristecesse, mas não tem jeito, apesar de toda limitação que tenho procuro viver bem, pois tenho um filho lindo e um esposo maravilhoso que nunca me deixou só.

Me chamo  Maria aparecida Tomé da Silva, tenho 43 anos, moro em Campo Alegre – AL, convivo com a artrite reumatoide há 23 anos, sou autônoma.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!