Sociedade Brasileira de Reumatologia desmente fala de Nise Yamaguchi na CPI sobre vacinação

A Comissão de Doenças Endêmicas e Infecciosas da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) emitiu uma nota nesta terça-feira (1º) esclarecendo uma declaração da pesquisadora Nise Yamaguchi na CPI da Covid sobre a vacinação da população com doenças reumáticas. Na comissão, ela afirmou que pacientes com doenças renais não podem receber a imunização contra a Covid-19.

“A SBR esclarece a população que doenças reumáticas (DR), incluindo artrite reumatoide, espondiloartrites, artrite psoriásica, lúpus eritematoso sistêmico, esclerose sistêmica (esclerodermia), Síndrome de Sjögren primária, miopatias inflamatórias e vasculites não representam, por si só, contraindicação específica para receber qualquer vacina contra a COVID-19”, afirmou a nota.

A fala de Yamaguchi aconteceu após a senadora Eliziane Gama (Cidadania/MA) perguntar se ela já tinha se vacinado. A pesquisadora disse que não e também não pretende, pois “existem pessoas que não podem se vacinar, principalmente aquele que têm vasculites, como é o meu caso, eu tenho uma síndrome de Raynaud, como outras pessoas que têm doenças maiores, hepáticas ou renais que sejam graves”.

A entidade médica ressaltou que as vacinas contra Covid-19 disponíveis e aprovadas no Brasil não contêm componentes vivos e não transmitem a doença viral, nem alteram o material genético. Logo, pacientes com doenças reumáticas podem ser vacinados.

Além disso, não há evidências para contraindicar as vacinas em pacientes com doenças reumáticas e pacientes em tratamento com medicamentos imunossupressores.

Mesmo assim, a SBR recomenda que os pacientes procurem médicos reumatologistas para orientação sobre a vacinação contra a Covid-19.

Quem é Nise Yamaguchi? 

médica Nise Yamaguchi é diretora do Instituto Avanços em Medicina, em São Paulo. Ela é conhecida por ser defensora do uso da hidroxicloroquina e cloroquina como tratamento de pacientes com Covid-19.

A oncologista e imunologista foi citada pelo diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, em depoimento à comissão, em 11 de maio. Segundo ele, Yamaguchi defendeu alterar a bula da cloroquina durante uma reunião como o governo federal.

Ela é considerada uma peça-chave na investigação sobre a existência de um “ministério paralelo” da Saúde. A CPI investiga se havia uma consultoria informal ao governo que defendia métodos considerados ineficazes no combate à pandemia.

 
Priscila Torres

Priscila Torres

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Relacionado Postagens

Próxima postagem

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Traduzir

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 3.976 outros assinantes

Conte sua história aqui

Artrite no Youtube

Notifique efeitos colaterais

Acesse o nosso Telegram

Parceiro

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share
xfbml : true, version : 'v11.0' }); }; (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = 'https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk/xfbml.customerchat.js'; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));