Sentir dor faz parte, remissão não tem preço

Tudo começou há 14 anos atrás de uma forma atípica, eu sentia dores nas costas e falta de ar, após passar em consulta médica, foi realizado uma biópsia de pulmão e recebi o diagnóstico de artrite reumatoide. Somente 3 anos depois comecei a ter dores articulares. Passei por diversos reumatologistas e cansei, parei o tratamento, eu já não aguentava mais.

Tempos depois retornei ao tratamento e usei vários remédios, dois deles biológicos, mas dessa vez, eu fiz os tratamentos o mais certo possível e estou em remissão há dois anos.

Um conselho, nunca parem o tratamento! Faça tudo certinho, pode ser chato, mas compensa, a remissão uma hora chega.

Amanda, Mogi das Cruzes/SP,  39 anos, professora de educação especial, convive com artrite reumatoide há 14 anos e mora em Mogi das Cruzes/SP.

 

 

 

 

 

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link:https://goo.gl/UwaJQ4

Doe a sua história!

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));