Sal: veja como consumir a quantidade de sódio necessária

Alguns ignoram sua existência. Outros retiram quase que completamente do cardápio. O consumo do sódio é polêmico. Entretanto, o radicalismo precisa ser evitado. Afinal, o sal ? principal fonte deste mineral – exerce função importante para o corpo, mas em excesso pode prejudicar a saúde.

O sódio é responsável por garantir a quantidade correta de água fora das células, evitando ainda sobrecarregar os vasos. Ele contribui com funções vitais do organismo, como a contração muscular e a condução dos impulsos nervosos.

Consumido em quantidade excessiva, porém, o sal é muito perigoso para a saúde, sendo responsável por problemas como pedras nos rins e hipertensão arterial. Além disso, provoca o envelhecimento precoce, por causa da desidratação celular, agravando ainda a osteoporose.

Números

Dados do Ministério da Saúde demonstra que os brasileiros consomem em média 12 gramas de sódio diariamente. A quantidade é muito elevada, representando mais que o dobro do sugerido pela Organização Mundial da Saúde, que é de 5 gramas.

Pesquisa demonstra que as principais fontes de sódio na alimentação do brasileirão são: sal adicionado na preparação de alimentos e no consumo em casa; sódio presente nos produtos industrializados e também a quantidade encontrada nos alimentos consumidos e preparados fora do domicílio.

Para melhorar o perfil nutricional dos alimentos, o Ministério da Saúde assinou acordo com as indústrias para a redução de 28,5 mil toneladas de sódio dos alimentos industrializados até 2022.

Dicas

Como foi possível perceber, o sódio não deve ser eliminado completamente do cardápio. Entretanto, exige um consumo bem moderado, evitando os excessos. Para isso, algumas medidas devem ser adotadas no dia a dia.

Ao invés de despejar grandes quantidades de sódio no preparado de pratos, novos temperos são ótimos substitutos, oferecendo ainda um sabor diferenciado. Exemplos: frutas cítricas, ervas e pimentas.

Condimentos também exigem muita atenção. Afinal, trazem grande quantidade de sódio na composição. Mostarda e shoyu, por exemplo, fazem parte da lista. Aqui, novamente, a dica é: evite o consumo exagerado.

Fonte: Terra Notícias

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: