Quais são os principais sintomas da artrite reumatoide?

“A artrite reumatoide é uma doença que provoca eminentemente dor, inchaço e inflamação articular. Esses sintomas podem vir acompanhados de rigidez, que é uma sensação de dificuldade de mobilizar as articulações”, afirma a reumatologista Licia Mota.

A artrite reumatoide é uma doença autoimune, crônica e progressiva que atinge as articulações do corpo. Apesar de não ter cura, o problema pode ser controlado com o tratamento correto. Conversar com o médico sobre as melhores abordagens é fundamental para impedir que os sintomas piorem e prejudiquem a saúde de todo o corpo.

“A artrite reumatoide é uma doença que provoca eminentemente dor, inchaço e inflamação articular. Esses sintomas podem vir acompanhados de rigidez, que é uma sensação de dificuldade de mobilizar as articulações”, afirma a reumatologista Licia Mota. Segundo a médica, a rigidez costuma surgir depois de longos períodos de repouso. Além disso, nos casos mais graves, o paciente pode apresentar deformidades e erosões ósseas.

Sintomas da artrite reumatoide podem afastar paciente do trabalho

A falta de um tratamento adequado faz com que os sintomas piorem e passem a prejudicar seriamente o dia a dia do paciente, começando pelo trabalho. “Nós sabemos que uma grande quantidade de pessoas com artrite reumatoide não tratada adequadamente não consegue manter suas atividades laborais em um período de 10 anos”, destaca a especialista. Esse número varia de 50% a 85% dos casos, de acordo com as estatísticas.

Outros prejuízos causados pela rigidez e dor articulares são a dificuldade de manter a vida social, com atividades esportivas e a relação com amigos e familiares, e relações sexuais, o que acaba interferindo nos relacionamentos. Dependendo da gravidade da dos sintomas e das articulações afetadas, é possível ainda ter limitações para tomar banho, se alimentar, subir escadas e até mesmo abrir portas e garrafas.

Tratamento da artrite reumatoide ajuda amenizar os sintomas

Com o tratamento, o paciente tem a oportunidade não só de controlar os sintomas, mas de impedir a evolução da doença, melhorando a qualidade de vida e mantendo sua independência. As medidas frequentemente propostas são eficientes no combate à artrite reumatoide, desde que o diagnóstico seja rápido e o tratamento comece o mais precocemente possível.

Dra. Licia Mota é reumatologista, graduada em Medicina pela Universidade de Brasília (UnB), com residência médica em Clínica Médica e Reumatologia e doutorado em Ciências Médicas pela UnB. CRM-DF: 11149

Fonte: Cuidados pela vida

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: