Professor com Espondilite Anquilosante, receberá indenização de R$ 30 mil após demissão

A Justiça do Trabalho de Pernambuco julgou abusiva a demissão de um professor portador de doença crônica e condenou o colégio onde ele trabalhava a pagar indenização de R$ 30 mil. Para o Tribunal, o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, no bairro da Jaqueira, Zona Norte do Recife, não poderia ter demitido o funcionário.

O professor, que não teve o nome divulgado, trabalhava na instituição há mais de cinco anos. De acordo com o Sindicato dos Professores de Pernambuco (Sinpro), a diretoria sabia do estado de saúde do profissional e o demitiu um mês após ele voltar do benefício previdenciário. O homem foi diagnosticado em fevereiro de 2013 com uma doença grave e degenerativa. Mesmo com Espondilite Anquiolosante, o professor poderá voltar a trabalhar normalmente. A denúncia da demissão foi feita pelo sindicato.

ESPONDILITE ANQUIOLOSANTE – É uma doença inflamatória crônica e que não tem cura. Ela afeta e causa dor em diversas articulações do corpo, principalmente na coluna.

This is a private page. To make it public, edit it and change the visibility.

[wdi_feed id=”1″]

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));