Portugal: Frio pode agravar sintomas em 90% dos pacientes

A Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR) alertou, hoje, que as doenças reumáticas podem agravar com o frio em até 90% dos doentes.

“Os sintomas associados às doenças reumáticas respondem às variações de temperatura ao longo do ano e é nos meses de dezembro e janeiro que se regista um maior número de queixas”, assim, a SPR aconselha que os pacientes com estas patologias se protejam do frio, de forma a evitar dores. Simultaneamente, 5% da população apresenta fenômeno de Raynaud, que é desencadeado pelo frio, entre outros fatores.

Para além do frio, a SPR acrescenta que a chuva e a neve também representam perigo, essencialmente para quem sofre de osteoporose, pois são “responsáveis por inúmeras quedas”. Todos estes fatores, acrescidos a um baixo nível de vitamina D geralmente associado a esta época, podem gerar um quadro relevante para estes doentes.

Por outro lado, o Fenómeno de Raynaud surge como “uma resposta extrema dos vasos sanguíneos a ambientes frios”, podendo ser primário (não associado a outras doenças) ou secundário (associado a uma doença inflamatória). Este fenômeno, explica a SPR, “caracteriza-se por uma descoloração das extremidades e, nos casos mais graves, por úlceras que demoram a sarar, aparecendo geralmente nos dedos das mãos ou dos pés”. A SPR sublinha que esta condição é crônica e que “o doente tem de saber proteger-se”, aproveitando para desconstruir a ideia de que estas patologias estão sempre associadas a pessoas idosas: “esta síndrome aparece normalmente antes dos 40 anos”.

A Sociedade Portuguesa de Reumatologia apela, portanto, aos portugueses para se protegerem nos meses de inverno, tomando medidas preventivas como evitar andar em superfícies molhadas para evitar as quedas e protegerem-se do frio. O consumo de cafeína e de tabaco é também desaconselhado, na medida em que se tratam de substâncias “vasoconstritoras”.

Fonte: http://www.jornalmedico.pt/atualidade/34439-doencas-reumaticas-frio-pode-agravar-sintomas-em-90-dos-doentes.html

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Planejar aposentadoria fica ainda mais difícil na pandemia

Trabalhador deve conhecer sua vida contributiva e as regras da Previdência antes do pedido A pandemia de Covid-19, a crise econômica e a reforma da...

Procure conhecer tudo à respeito da sua doença e como você pode se ajudar! E acima de tudo, nunca desista!

No final de 2015, tive uma febre tão alta que me debatia na cama. Depois disso, não conseguia mais escovar dentes, pentear os cabelos,...

Live irá debater a falta de medicamentos nas Farmácias de Alto Custo

ReumaLive: Direitos dos Pacientes: Assistência Farmacêutica Em dezembro de 2020, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), emitiu um documento em que foi declarado...