Depoimentos

É uma vitória a cada obstáculo vencido

Minha trajetória de dor começou quando sofri um acidente de trabalho. Torci meu pé, tirei o gesso e comecei a fazer fisioterapia. Nada de melhorar a mobilidade do meu pé, voltei no ortopedista por várias e várias vezes. Em todos esse retornos ele mandava tomar um remédio diferente e nada passava a dor.

Procurei outro médico e ele mandou eu ir no reumatologista, suas palavras eram que ele não podia fazer nada mais por mim. Fiz vários exames de sangue e imagens, com o resultado em mãos o diagnóstico: artrite reumatoide soro negativo. Foi um susto, saí da sala depois que ela falou minha situação e com a indicação que começasse o tratamento, pois eu poderia ficar sem movimentar a qualquer momento.

Perguntei para a médica como nós pegamos isso e ela disse que isso não se pega, nós nascemos e morremos com isso. Ela disse que tem pessoas que a doença não se manifesta. Estou tomando reuquinol 400g, tecnomet e ácido fólico e aos poucos melhorando a cada dia. É uma vitória a cada obstáculo vencido .

Por mais que os dias sejam difíceis não podemos desistir, não podemos deixar a doença acabar com os nossos sonhos.

Meu nome é Divina, sou servente em escola e moro na cidade do RJ.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://goo.gl/UwaJQ4

Doe a sua história!❤

Artigos Relacionados

Aprendi que nunca podemos desistir, que devemos viver um dia de cada vez

Priscila Torres

A relação da AR com o problema na ATM (Articulação temporomandibular)

Priscila Torres

Essa doença altera corpo, alma e espirito, mas principalmente o corpo

Priscila Torres