Podemos superar as dificuldades tendo força e fé

Não sei bem ao certo a data do diagnóstico, mas me lembro que fazia academia e comecei a sentir muitas dores no corpo, sono e falta de apetite. Alguns meses antes minha sobrinha de 12 anos tinha sido diagnosticada com lúpus, então não foi tão difícil descobrir. Fiz um monte de exames, tomei remédios, corticoides, hoje tomo apenas três remédios e estou bem.

Podemos superar as dificuldades tendo força e fé. Viva um dia de cada vez.

Meu nome é Rocio, tenho Lúpus Eritematoso Sistêmico. Moro em São Paulo e faço bolos.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!❤

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: