Pacientes reumáticos podem se vacinar? #SBR2018

Pacientes reumatológicos podem e devem se vacinar, mas é preciso ficar atento à alguns cuidados, aponta especialista

Em 3 de setembro, aconteceu o Encontro Nacional para Pacientes Reumáticos e Familiares, no Rio de Janeiro, como parte da programação oficial da Sociedade Brasileira de Reumatologia 2018. Os assuntos do encontro foram definidos com base nos assuntos de interesses dos pacientes com doenças reumatológicas, como os temas polêmicos sobre vacinação, gestação e dietas anti-inflamatórias.

Vacinação nas doenças reumatológicas: pode ou não pode?

Abrindo o encontro, a Dra. Selma da Costa Merenlender, médica reumatologista, abordou em sua palestra o polêmico tema da vacinação em pacientes reumáticos. A especialista explicou as diferenças entre vacinas e as principais recomendações. “As vacinas inativadas possuem a vantagem pela total ausência do agente infeccioso, ou seja, não são capazes de provocar as doenças, mas de ocasionar a proteção contra elas. Por isso são liberadas para os pacientes reumáticos sem restrição”, explicou. São vacinas inativadas a da gripe, hepatites A e B e HPV.

Já as atenuadas possuem o vírus vivo sem capacidade de produzir a doença, mas merecem atenção, que são as vacinas contra febre amarela, sarampo, rubéola, entre outros. “Quem está em tratamento quimioterápico, transplantados, pessoas com HIV e pacientes reumatológicos que estejam em alta atividade da doença não devem receber vacinas de vírus atenuados”, alertou.

De acordo com a média, o protocolo para vacinar pacientes reumáticos com vacinas de vírus atenuados é sempre que possível fazer a dose antes de iniciar o tratamento. Se não for possível, suspender o medicamento, se vacinar e aguardar quatro semanas para voltar com a medicação.

Além disso, Dra. Selma destacou que é de suma importância que o paciente leve seu cartão vacinal para a consulta com o reumatologista. Se não souber se já tomou a vacina, deve-se fazer a sorologia. Mas, na dúvida, é importante se vacinar. “A vacinação é de extrema importância para combater e prevenir doenças, que podem prejudicar e complicar ainda mais a saúde das pessoas com doenças reumáticas”, destacou.

O calendário vacinal por faixas etárias do Brasil é um dos melhores do mundo. Para saber quais vacinas você deve tomar, acesse: ttp://portalms.saude.gov.br/acoes-e-programas/vacinacao/calendario-vacinacao Mas não esqueça: antes de se vacinar, procure o seu médico reumatologista.

Palestra proferida durante o Encontro Nacional para Pacientes Reumáticos e Familiares – SBR2018
XXXV Congresso Brasileiro de Reumatologia

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));