Coronavirus Doenças Reumáticas Notícias

Pacientes que contraíram Covid-19 podem desenvolver fadiga crônica

Ouça a entrevista com José Roberto Provenza, presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR)

O Tarde Nacional conversou com José Roberto Provenza, presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), sobre uma das sequelas do novo coronavírus, a síndrome da fadiga crônica.

Ouça no player abaixo:

José Roberto explicou que a síndrome da fadiga crônica em alguns aspectos se parece com a fibromialgia.

Essa fadiga normalmente ocorre depois de algum quadro infeccioso e não desaparece nem após o paciente fazer repouso. Em alguns casos há febre baixa e aparecimento de gânglios.

Nem todo paciente de Covid-19 desenvolve fadiga crônica. É mais frequente em quem apresentou o quadro mais grave da doença.

O médico falou ainda sobre a depressão pós-covid.

Fonte: Sociedade Brasileira de reumatologia/ Rede EBC

Anúncios

Related posts

Descobri com 18 anos a doença e hoje com 34 anos estou grávida e com a artrite controlada

Priscila Torres

Fibromialgia: por que aparece, como percebe-la e como tratá-la

Priscila Torres

Viver com uma doença invisível: o drama de uma mulher diagnosticada com artrite reumatoide aos 29 anos

Priscila Torres
Loading...