O que mais dói é a incompreensão dos meu filhos!

Apesar das dores físicas e emocionais, sempre dou um jeitinho de levantar e prosseguir.

Sou Cida Gouvea e tenho AR há vinte e dois anos. Sou administradora do lar (risos). Tenho quatro filhos, todos adultos.Tenho cinquenta anos, como se vê a artrite chegou cedo em minha vida. Na época não tinha muitas opções de medicações, tomava o Cloroquina, que podia trazer problemas na visão. Nesses últimos anos melhorou muito, temos os biológicos. Hoje tomo Leflunomida e Enbrel. Passei por Ramicade entre outros.

Também tenho uma médica que me entende e muitas vezes ganho até abraços. O remédio e seus efeitos colaterais são maravilhosos (risos). Se dependesse de abraços em minha casa, já teria morrido nanica. Fui casada durante vinte e quatro anos,sou separada à sete, logo que separamos minha filha resolveu ficar noiva, e com vinte quatro casou-se não suportava nem suporta minhas “lamurias”.

Moro com três filhos (meninos) 30,29,e 22 anos, imagina? Sou cozinheira, passadeira, faxineira,mãe etc. Eu percebo que até hoje parece que não caiu a “ficha” sobre minha doença, como dependo deles financeiramente tenho que aguentar coisas que só por Deus. Por conta de tanta carência, indiferença, mais doença, como: Depressão, hipertensão, hipertrofia no coração, tento levar a vida.

Mais o que realmente me dói é a falta de compreensão dos meus filhos que dei tanto amor carinho, eduquei da melhor forma que podia, hoje me sinto um estorvo na vida deles. Acho que estou viva, por minha FÉ, vontade de estar com eles, apesar de tanto descaso.

Sou mãe, amo demais meus filhos, apesar das dores físicas e emocionais, sempre dou um jeitinho de levantar e prosseguir. Vou parar por aqui, me sinto emocionada. Desculpa o desabafo!

Eu sempre digo: Artrite é minha amiga inseparável é com ela que converso todos os dias (risos) acho que ela me entende, me sinto melhor quando estamos bem.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!
.
É simples, basta preencher o formulário no link 👉http://goo.gl/UwaJQ4
.
Doe a sua história!❤️

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: