Mesmo no inicio de tudo acredito na minha melhora

Tive uma gestação tranquila, com 34 semanas de gestação tive meu bebê, a a partir daí quando meu filho nasceu começou meu desespero, percebi que com 8 dias não conseguia apoiar as mãos ao me levantar da cama, e o tempo foi passando as dores só piorando, eu não conseguia mais me levantar da cama sozinha, eu chorava de dor, não aguentava eu ficava travada. Não conseguia nem pegar meu filho no colo, fui para o hospital com muita dor não podiam nem encostar em mim, os médicos falaram que era depressão pós parto porque eu chorava de dor. Fiquei 7 dias internada fazendo exames que não constataram nada, voltei para casa, passaram Prednisona para tomar, eu tomava e aliviava as dores. Fiquei mais de 3 meses tomando o prednisona, só que foi cada vez mais agravando começou afetar minhas pernas doía muito, eu nem conseguia encostar o pé esquerdo no chão, e isso foi descendo das minhas coxas para a batata da perna, da batata da perna pros pés, meus pés ficavam muito inchados .

Cansada de ir pro hospital com dor sem saber o que era, até febre comecei a ter, toda vez que dava febre, no hospital me mandaram procurar um reumatologista, uma tia minha conhecia um em outra cidade perto da onde moro, conseguiu enfim marca a consulta, eu fui para a clínica não aguentava de dor, fui carregada e sai de lá carregada direto para o hospital, pois a crise estava muito forte o médico decidiu me internar para poder me tirar da crise de dor. Fiquei internada durante 3 dias, e com a graça de Deus estou melhor, estou tomando a medicação que o meu médico reumatologista passou, só meus braços que ainda doem a noite, parece que está deslocado, mas creio que com o tempo vai melhorar, estou no começo do tratamento ainda, eu acredito na minha melhora!

Me chamo Raphaella, tenho 27 anos, convivo com artrite reumatoide há 6 meses, moro em  Igaraçu do Tietê – SP.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.