Notícias

Identificar a Hipercolesterolemia Familiar (HF) pode salvar a sua vida e a dos seus filhos

Um dos alertas mais constantes que ouvimos no ESC 2015 foi sobre como os altos níveis de colesterol são a maior ameaça ao coração, embora esse ainda seja um fato subestimado. Outro, ainda mais importante, é: um número enorme de pessoas não sabe, mas pode ter herdado dos pais uma doença chamada Hipercolesterolemia Familiar (HF), que faz com que você acumule colesterol “ruim” (LDL) desde o nascimento, aumentando em até 13 vezes as chances de morte por falhas cardiovasculares, como infartos, inclusive já na adolescência.

COLESTEROL-G

“Quem já tem acúmulo nas artérias pela doença genética, está exposto ao excesso desde que nasce e, portanto, às doenças cardiovasculares, como explica o cardiologista Raul Dias Santos, com quem conversamos durante o ESC 2015, em Londres. Ele coordena no Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, o Hipercol Brasil. O programa já fez o screening (análise de parentes) em mais de 3 mil pessoas. E dentre as que são acompanhadas hoje, 40 são crianças.

Para se ter uma ideia de como é um assunto “novo” em relação às demais patologias do ramo, somente em 2012 a Sociedade Brasileira de Cardiologia lançou diretrizes sobre HF e, naquele ano,não gerou o interesse que outros assuntos tinham. “O médico acha que isso é raro, que não existe. Ele não entende que é uma doença comum”, alerta Marcelo Bertolami, cardiologista e diretor científico do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, que trabalhou no lançamento desta diretriz e que também encontramos nos corredores do ESC 2015. Ele destaca que a incidência da HF é a maior entre doenças genéticas, chegando a ocorrer um caso para cada grupo de 200 pessoas. Bertolami reforça que o diagnóstico é simples, feito a partir da conversa do médico com o paciente e de análises de exames de sangue.

Fonte: Blog Casa Saudável

Related posts

Enbrel 50 mg

Priscila Torres

Consultas Publicas Ministério da Saúde

Priscila Torres

Pesquisa da UFG conclui que azeite de oliva diminui perda óssea em pacientes obesos e previne osteoporose

Priscila Torres
Loading...