Doença de Crhon Notícias

GEDIIB prepara material completo sobre Doença Inflamatória Intestinal e coronavírus

Avisos sobre tratamentos, exames de endoscopia, manuseio de pacientes e vídeos explicativos estão sendo enviados aos profissionais de saúde e publicados nas redes sociais

Sou portador de Doença Inflamatória Intestinal (DII), portanto, grupo de risco para o novo coronavírus. Como devo proceder? Paro ou continuo meu tratamento? Posso realizar meus exames periódicos, com quais cuidados? Essas e muitas outras dúvidas bateram à porta quando a COVID-19 chegou ao Brasil, onde temos uma população estimada, segundo o DATASUS, de, pelo menos, 163 mil com o diagnóstico de DII, que são a retocolite ulcerativa e a doença de Crohn, enfermidades crônicas de caráter progressivo e recorrente que afetam o sistema gastrointestinal.

A fim de orientar os profissionais de saúde e trazer alento aos pacientes, o Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal (GEDIIB) preparou uma série de comunicação composta por artigos, comunicados, guias e vídeos, onde essas e outras dúvidas estão sendo esclarecidas. “Estamos em um momento onde, tanto os médicos, quanto os pacientes, ficam com muitas dúvidas e receios, já que o novo coronavírus ainda não tem estudos eficazes. É tudo muito novo, por isso, a nós, que somos especialistas em DII, nos dedicamos a fundo nesses estudos para que os nossos pacientes tenham qualidade de vida e os profissionais da saúde sucesso nos tratamentos indicados para cada caso, cabe a orientação”, explica o presidente do GEDIIB, Rogério Saad-Hossne.

O que trazem os informativos?

O primeiro informativo, escrito junto à Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), foi enviado no início do mês de março, onde explica a ação do vírus em pacientes portadores de DII, riscos de contágio, prevenção, orientações sobre o tratamento. Na sequência, outros informativos e boletim, direcionados aos profissionais da saúde, foram enviados por e-mail, a fim de trazer mais esclarecimentos sobre a COVID-19.

Posteriormente, os informativos direcionaram para laudos, relatórios e atestados médicos e também para o manejo de pacientes portadores de DII durante a pandemia. O mais novo comunicado, direciona para tratamentos e procedimentos endoscópicos.

Nas redes sociais, os pacientes encontram mais informações como no link: https://www.facebook.com/gediib/videos/842337099563905/ “Quanto mais informação fidedigna nós propagarmos, mais orientações para os nossos colegas da saúde e mais tranquilidade levaremos aos nossos pacientes”, finaliza o presidente do GEDIIB.

Fonte: Segs Saúde

Related posts

Infiltração do Joelho

Ultrarticular Dra. Karine Luz

Portugal: Mulher sofre intoxicação por medicamentos em São Martinho

Priscila Torres

60 Minutos apresenta sala temática sobre dermatite atópica grave

Priscila Torres
Loading...