Envelhecimento saudável: veja como é possível manter a disposição após os 60 anos

Ter um envelhecimento saudável é o desejo da maioria da população. Mas seria mesmo possível chegar aos 80 e 90 anos com muita disposição e vitalidade? Em 1950, a expectativa de vida de quem nascia era cerca de 46 anos de idade, ou seja, quem chegava aos 50 anos estava no lucro. No entanto, hoje em dia, muitas pessoas estão completando quase 70 anos, que são 20 anos a mais do que era esperado.

E agora eu te pergunto: como você vai viver esse tempo de vida a mais que ganhou nos últimos anos? Você vai ter saúde para aproveitar essa fase da vida ou vai viver com dores, limitações físicas e problemas de saúde?

À medida que se envelhece, o número de doenças e problemas de saúde aumentam:

  • Quase 70% dos idosos tomam remédio para controlar a pressão arterial;
  • 31,7% tem problemas nas articulações;
  • 19,5% apresentam doenças cardíacas;
  • 17,9% são diabéticos;
  • 14,2% têm osteoporose;
  • Após os 85 anos, 25% das pessoas podem sofrer de Alzheimer. (dados do Instituto Alzheimer Brasil).

Embora possam causar sérias complicações de saúde, os maiores problemas do envelhecimento não são as doenças. O Datafolha, em 2018, realizou uma pesquisa com pessoas acima de 60 anos para saber qual era o maior medo delas ao envelhecer. Ao contrário do que muitos pensam, o maior medo não era o de morrer, mas sim de ficarem doentes e dependerem de outras pessoas (84%).

Ninguém quer precisar de ajuda para andar, levantar da cama ou da cadeira, se vestir, tomar banho, cuidar da casa, cozinhar e fazer qualquer outra atividade da sua vida. Sem saúde, a vida fica muito mais difícil e dolorosa!

Todo mundo quer ter um envelhecimento saudável, mantendo a mesma a saúde e disposição de quando tinha 40 anos para que possa fazer a fazer as tarefas da vida diária sem dificuldade, viajar, passear e aproveitar a vida como desejar.

O maior aliado para um envelhecimento saudável 

Para que você tenha um envelhecimento saudável, você precisa cuidar do seu corpo e dos seus músculos que são os responsáveis por qualquer movimento. A única forma que existe é movimentando o seu corpo, ou seja, realizando exercícios físicos. A ciência já comprovou que os exercícios físicos realizados mais de 2 vezes por semana melhoram a pressão arterial, a diabete, o colesterol e previne o câncer.

No entanto, os benefícios vão muito além da saúde. Estudos mostraram que muitas pessoas acima de 60 anos que começaram a se exercitar recuperaram 20 anos de sua capacidade física. Então, se hoje você está com 65 anos, você pode sentir a mesma disposição que tinha aos 45 anos se você se exercitar frequentemente.

Tudo o que você pode ganhar 

Os exercícios físicos podem proporcionar vários benefícios para a saúde e qualidade de vida de quem tem 50 anos ou mais. São eles:

  • Melhora a saúde geral;
  • Recupera a disposição e a vitalidade;
  • Retarda o envelhecimento;
  • Previne e trata doenças como hipertensão arterial, diabetes, osteoporose, colesterol alto, obesidade e depressão;
  • Previne o Alzheimer e vários tipos de câncer;
  • Melhora as dores nas costas e nas articulações;
  • Melhora o equilíbrio e previne as quedas;
  • Melhora o funcionamento cerebral e a memória;
  • Controla o estresse e a ansiedade;
  • Melhora o sono;
  • Melhora a imunidade;
  • Melhora a sensação de bem-estar e a auto-estima;
  • Reduz o risco de morte precoce.

Portanto, se você quer manter a sua saúde e disposição, sem dor, doenças ou limitações, e não depender de ninguém no futuro, comece a praticar exercícios físicos. Qualquer pessoa, independentemente da idade, pode começar a se exercitar e sentir todo os benefícios.

Então, fica a dica: comece hoje mesmo, pois nunca é tarde demais!

Fonte: Instituto Longevidade Mongeral

Anúncios
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));