Notícias

Dor nas costas em crianças: o que causa e como resolver?

Mochilas pesadas, má postura, obesidade e sedentarismo podem causar danos à coluna dos pequenos

A maioria das pessoas pensa que dor nas costas é uma exclusividade dos idosos, entretanto, as crianças também podem se queixar desse mal. Segundo pesquisa publicada no jornal científico Archives of Disease in Childhood, que acompanhou as atividades de um grupo de adolescentes durante 1 ano, a dor nas costas foi uma queixa frequente, presente em 27% dos indivíduos. Mas, afinal, o que causa isso e como resolver o problema?

Dra. Simone Simis, médica ortopedista pediátrica da Ápice Medicina Integrada de Sorocaba (SP), explica o que pode causar esse tipo de desconforto. “Os motivos para uma criança ou adolescente ter esse tipo de dor são diversos. Excesso de peso nas mochilas, obesidade, sedentarismo e má postura são fatores frequentemente relacionados a dor nas costas. Por outro lado, a prática excessiva de alguns esportes também pode sobrecarregar a coluna”, explica a especialista.

Mesmo sendo algo que possa parecer relativamente simples, a especialista destaca que a dor é sempre um sinal de alerta. “Não é tão comum, mas crianças podem ter doenças sérias na coluna também, como malformações congênitas, desvios, e até doenças infecciosas e tumores. O médico especialista irá avaliar cada caso e orientar sobre a necessidade de exames e tratamentos específicos “, adverte Dra. Simone.

Descartados tais problemas mais sérios, uma medicação analgésica, massagem delicada ou alongamentos costumam ser o tratamento indicado. Para saber como tratar, devemos entender primeiramente a causa da dor, o mais importante será evitar aqueles fatores de sobrecarga já conhecidos. O que começa como algo aparentemente inofensivo, se não tratado da forma correta, mudando os hábitos inadequados, pode acabar se tornando algo crônico mais tarde”, orienta a ortopedista.

Dra. Simone Simis orienta os pais e responsáveis como prevenir as dores nas costas em crianças:

Escolha a mochila do tamanho e modelo adequado para a idade. As crianças menores sempre devem utilizar modelos de rodinha. Já os adolescentes, que mão abrem mão das mochilas de costas, devem manter as alças bem ajustadas e colocadas nos 2 ombros.

Monitore o peso da mochila. Guardando somente o essencial. O peso da mochila não deve ultrapassar 10% do peso da criança. Caso a escola forneça armários para armazenar os materiais, instrua a criança a deixar os itens mais pesados lá; carregue só o material que vai ser usado no dia; evite usar cadernos grossos, de 10 matérias;

Incentive a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos. O excesso de peso corporal da criança pode prejudicar sua coluna! Além disso, esses hábitos previnem uma série de doenças;

Estimule a postura correta. Oriente os pequenos a manterem as costas eretas e os braços apoiados nas mesas de estudo;

• Evite o uso excessivo de eletrônicos. Mexer por muito tempo no celular, videogame ou computador está relacionado à maior incidência de dor nas costas, além de privar as crianças do convívio ao ar livre, com jogos e outras brincadeiras que também estimulam o desenvolvimento físico.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3229-0202 ou pelo site: www.apice.med.br. A Ápice Medicina Integrada fica localizada na Rua Eulália da Silva, 214, no Jardim Faculdade, em Sorocaba/SP.

Fonte: Assessoria de imprensa.

Related posts

A colite ulcerativa predomina em jovens

Priscila Torres

Ministro da saúde alerta que H1N1 é ‘doença grave’ e não confundir resfriado com gripe

Priscila Torres

Saiba como prevenir lesões antes de iniciar um plano de atividade física

Priscila Torres
Loading...