Com o tratamento posso ver luz no fim do túnel.

Sempre senti dores nas articulações principalmente nos joelhos. Mas em agosto deste ano (2018) eu travei, meu braço esquerdo não mexia e quando eu tentava, chorava de dor. Fui ao PS e procurei por um ortopedista que foi um amor, disse que o que eu tinha era um problema clínico e não ortopédico, me deu um “diagnóstico” de crise reumática, solicitou vários exames e pediu para que eu procurasse um reumatologista.

Desde agosto faço um tratamento com metrexato, predinisona e reuquinol. Tem ajudado bastante, mas ganhei algumas deformidades no punho, no anelar esquerdo e no pé esquerdo. Voltei hoje na médica, ela aumentou a dose do metrexato e pediu para repetir os exames em fevereiro.

Dói muito, em alguns momentos me acho inútil, mas com o tratamento posso ver luz no fim do túnel.

Meu nome é Bárbara.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!❤

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: