Notícias Vacinas - Imunização em Doenças Reumáticas

Calendário de vacinação para pessoas reumáticas

As pessoas portadoras de doenças reumatológicas, especialmente de artrite reumatoide, espondilite, lúpus e vasculites, devem manter o calendário de vacinas atualizado, pois o risco de infecção é maior que o de pessoas saudáveis.

O organismo cria anticorpos específicos, sempre que entra em contato com algum microrganismo. Ao entrar em contato com o vírus do sarampo, por exemplo, ficamos doentes apenas uma vez, pois o sistema imunológico produz anticorpos para impedirem uma infecção pelo vírus.

O objetivo da vacina é estimular o organismo a fabricar anticorpos sem precisar adoecer antes, apresentando o vírus de um modo que a doença não se desenvolva, mas o sistema imunológico produza anticorpos para combater o microrganismo.

As vacinas com microrganismos inativos são seguras e eficazes em pessoas reumáticas. Já, as vacinas com componentes ativos devem ser evitadas em algumas situações.

O planejamento da administração das vacinas deve ser discutido com o médico Reumatologista para avaliar a receptividade do organismo ao tratamento, estabilidade da enfermidade e a possibilidade de infecção para determinar, se naquele momento, a vacina é indicada.

A imunização de pessoas no convívio também é importante para reduzir o risco de infecções.

Confira a lista das vacinas e confirme com seu médico a necessidade de cada uma:

  • Influenza: é uma das mais recomendadas. Os pacientes crônicos e imunodeprimidos já são alvos da Campanha de Vacinação do Ministério da Saúde. O vírus é inativo e a renovação deve acontecer anualmente
  • Contra pneumonia: protege contra pneumococos e bactérias causadoras de meningites e pneumonias que podem levar a um quadro de infecção generalizada
  • dTpa: protege contra tétano, coqueluche e difteria, sendo necessário renovar a proteção a cada dez anos
  • Herpes-zóster: doença conhecida popularmente como cobreiro. Após causar a catapora, o vírus da doença pode ficar incubado em um nervo. Por ter vírus atenuados, a necessidade de aplicação deve ser confirmada com o Reumatologista
  • HPV:  vírus transmitido pelo contato sexual. A vacina é inativa e indicada para pacientes reumáticos jovens ou os que já tiveram infecção anterior por doença sexualmente transmissível
  • Hepatites A e B: A vacina é inativa e está incluída no Calendário Nacional de Vacinação da rede pública. É importante avaliar com o médico reumatologista qual a dosagem necessária em cada caso.

Sempre que tiver alguma dúvida em relação ao tratamento, pergunte ao seu médico. O Reumatologista que te acompanha é sua melhor fonte de informação.

Fonte: Reumatominas

Anúncios

Related posts

Campanha realiza exame Gratuito de Densitometria Óssea

Priscila Torres

É criada uma série de ilustrações que mostram a diferença entre o que é dito para as pessoas que sofrem com dor crônica e o que elas entendem

Priscila Torres

CONITEC abre consulta pública para recomendação de incorporação de um novo tratamento biológico de artrite psoriásica (AP) no Sistema Único de Saúde (SUS)

Priscila Torres
Loading...