ReumaBlogs

Autoeficácia do paciente com artrite

É importante avaliar como o paciente encara sua doença e o quão dispostos ele se sente para enfrentar os problemas advindos da AR, ou seja, seu nível de autoeficácia.
A autoeficácia é a crença na capacidade de resolver/gerenciar problemas, com grande influência no engajamento para realização de atividades.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Maiores índices de autoeficácia predizem comportamentos mais saudáveis: melhor hábito alimentar e maior nível de exercício físico, tendo como consequência, menores níveis de dor e rigidez articular, melhor estado psicológico e funcional.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Sendo assim, é importante que o fisioterapeuta, ao lidar com pacientes de AR, tenha conhecimento e acesso à ferramentas que avaliem a autoeficácia nessa população.
O ASES-8 é um instrumento confiável para avaliar essa variável em pacientes com artrite reumatoide.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O questionário é derivado do ASES-20 e é subdivido em 8 questões, onde suas respostas variam de 1 (muito incerto) e 10 (muito certo), sendo a pontuação final dada pela média das respostas nos 8 itens.
O ASES-8 se mostrou confiável mesmo quando traduzido para vários idiomas e é um bom preditor de respostas emocionais como humor, motivação, opinião e atitudes.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
SILVA R. V. T., et. al. Translation to Brazilian Portuguese, cultural adaptation and psychometric properties of 8-item Arthritis Self-Efficacy Scale (ASES-8). Sao Paulo Med J. v. 137, n. 1, p. 6-12, 2019.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Autor da validação @raphaelvilela2#REPOST @fisioemreumato

Related posts

Colchicina para tratamento da Covid-19

Priscila Torres

Infiltração – tratamento não cirúrgico para combater a dor

Priscila Torres

Você é protagonista do seu tratamento?

Priscila Torres
Loading...