Doenças Reumáticas Notícias Osteoartrite

Artrose nas mãos é comum, mas pode ser evitada

É provável que já tenha ouvido falar dela, a osteoartrite, mais conhecida como artrose, é uma doença que atinge as articulações. Ela degenera as cartilagens, sem as quais um osso fica, repetidamente, se chocando contra o outro, o que não é bom, e ainda causa alterações das estruturas ósseas vizinhas. De acordo com o CDC (Centro de Controles e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos, 40% da população mundial tem ou terá artrose entre os dedos e o punho.

São as dores, o inchaço, além de deformações nos dedos, a dificuldade para pegar pequenos objetos e a falta de força que acompanham essa doença. “Nas mãos, a base do polegar é o ponto que mais sofre com o estresse mecânico e, por isso, é o que mais preocupa os médicos, pois tem mais chance de não responder aos tratamentos menos invasivos”, explica o Ortopedista Dr. Bruno de Biase.

O especialista diz que ao longo da vida e do uso das articulações, é normal ocorrer esse desgaste das cartilagens. O que torna isto um problema mais grave é quando acontece de forma precoce. “Algumas doenças como fraturas, lesões ligamentares, infecções e doenças reumatológicas podem predispor ao desenvolvimento de artrose precoce. É o que os médicos chamam de artrose secundária. São situações que podem levar estes jovens a tratamentos mais complicados e terem prejudicadas suas funções motoras numa fase muito ativa da vida”, explica.

Neste caso, o melhor é prevenir – já que é uma doença sem cura – e é possível começar pelo estilo de vida. Segundo uma investigação da Universidade de Surrey, da Inglaterra, o sedentarismo e dieta desequilibrada aumentam os níveis de ácido lático no corpo, composto que, em abundância, contribui para a inflamação das juntas. “Cenário propício ao surgimento da artrose”, explica a fisioterapeuta Dra. Gislaine Milena Marton, da clínica Quality Fisio & Pilates.

“Além da necessidade de investir em hábitos que colaborem com a qualidade de vida para retardar a manifestação dos sintomas, a fisioterapia, por exemplo, também é uma aliada para o tratamento e prevenção, pois trabalha com ênfase no fortalecimento de músculos e articulações, protegendo-os assim”, conta.

A especialista esclarece que isso é muito importante porque músculos fortes suportam mais os movimentos de uma articulação que possa sofrer alguma degeneração das cartilagens. “Além disso, a fisioterapia melhora as funções mecânicas e ajuda o paciente a ter consciência corporal, proporcionando uma noção maior dos movimentos e de como executá-los, evitando assim, submeter as articulações a um estresse desnecessário ou ainda maior”, completa.

Trabalhos que exigem muito dos dedos também estão associados ao surgimento precoce de artrose, isso inclui uso abusivo de smartphones, inclusive. Por isso, a fisioterapeuta indica ainda um cuidado diário para evitar dores nas articulações, como fazer uma pausa a cada 50 minutos de trabalho e não forçar seus limites. Isso pode evitar graves problemas no futuro.

Sobre a Quality Fisio e Pilates

Promover bem-estar físico e emocional, e uma vida sem dor na qual praticamente tudo é possível, esse é o compromisso da Quality Fisio & Pilates, localizada em Alphaville. Há 29 anos, a clínica oferece serviços variados que vão de RPG, Pilates, Liberação Miofascial, Treinamento Funcional a exercícios específicos para gestantes, atletas, melhor idade e adultos, bem como bebês com patologias do sistema nervoso. Tudo isso devido ao conjunto que compreende fisioterapeutas altamente qualificadas, moderna estrutura e tratamentos inovadores.

Fonte: Assessoria de imprensa.

Anúncios

Artigos Relacionados

Quando as vacinas são indicadas ou não aos pacientes neurológicos com doenças autoimunes

Priscila Torres

Mutirão da saúde em Resende, RJ, pretende zerar fila de espera do SUS

Priscila Torres

Conheça os sinais de hérnia de disco

Priscila Torres
Loading...