Notícias ReumaBlogs

A busca pela remissão

A maioria das doenças reumatológicas autoimunes não possui cura. Apesar disso, através do tratamento adequado, pode-se atingir um estado de controle da inflamação e melhora dos sintomas, ao qual chamamos de REMISSÃO. É nesse estágio que todo reumatologista e paciente desejam chegar, pois além da melhora dos sintomas, atingir a remissão significa modificar a evolução da doença e assim prevenir o acúmulo de danos.

O tempo para se atingir a remissão é relativo e depende de variáveis como a gravidade da doença, o período de atividade (crise) e a adesão ao tratamento. Até lá, o acompanhamento médico deve ser regular, com reavaliações periódicas da condição clínica e exames complementares.

“Doutora e quando eu atingir a remissão poderei suspender meus medicamentos?” É possível manter a remissão sustentada e reduzir gradativamente as medicações com segurança. Mas lembre-se, a remissão não significa cura. Então todo ajuste no tratamento deve ser supervisionado e orientado pelo seu reumatologista. A suspensão completa das medicações e de forma abrupta pode ocasionar a recidiva da doença.

Por fim, é fundamental enfatizar que a durabilidade da remissão ainda é incerta, não temos como prever se será para sempre. Mas pode ser que ela seja bem duradoura. Caso a doença volte é importante manter o otimismo e não se deixar levar pelo desânimo.

Vamos juntos em busca da tão sonhada remissão!

#REPOST @dravivianemachicado

Artigos Relacionados

Estudo avança compreensão de como surgem as doenças autoimunes

Priscila Torres

Convivendo com artrite reumatoide, Sylvester Stallone diz não ter mais condições de lutar em cena

Priscila Torres

Dor durante o sexo

Priscila Torres