Voluntários pesquisa Artrite Reumatoide – Unifesp

“A disciplina de reumatologia da Escola Paulista de Medicina da UNIFESP está recrutando voluntários para uma pesquisa que visa Avaliar o Impacto do Treinamento Resistido Progressivo em pacientes com artrite reumatoide (AR).

Podem participar do estudo pessoas de ambos os gêneros, com idade de 18 – 65 anos, com diagnóstico de artrite reumatoide e que possa realizar atividade física 2 vezes por semana durante 12 semanas consecutivas.

Os voluntários serão avaliados por um médico reumatologista e um Terapeuta Ocupacional por meio de testes físicos e questionários.

Os interessados podem entrar em contato com o pesquisador Felipe Lourenzi no telefone (11) 97687-2659 ou pelo endereço eletrônico  fmlourenzi@yahoo.com.br, estão disponíveis 40 vagas.”

Informações fornecidas por Felipe Lourezi.

Anúncios

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de Artrite Reumatoide aos 26 anos, enquanto atuava como enfermeira, estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros. De repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

10 Comentários

  1. Bom dia a todos,
    Por enquanto ainda há vagas para a pesquisa sobre a artrite reumatoide – UNIFESP, quem tiver interesse, favor entrar em contato (e-mail ou telefone) que constam no anúncio.

    Obrigado!
    Atenciosamente
    Felipe Lourenzi

  2. Fui diagnosticada por um ortopedista do HC há alguns anos devido ao tornozelo esquerdo.. Sugeriu q eu operasse e eu fugi, pois nao tinha dores sempre, apenas qdo ficava muito tempo em pé.. Hoje com 54 anos estou um pouco assustada pois há alguns meses (2 ou 3).. além do cansaço e fadiga, lentidão.. meu cotovelo direito já está comprometido.. Não tenho força pra fazer as coisas.. E não procurei nenhum médico.. pois aos 50 anos descobri q só tenho 1 rim em funcionamento, será q eh devido a isto? Gostaria de participar das pesquisas se ainda der tempo.. Obrigada..

    • Margareth!!
      Difícil responder a sua pergunta!!
      Você precisa urgente ir ao médico, somente um médico pode te ajudar, perder 1 RIM é algo que merece tanta atenção, um médico pode te orientar e te encaminhar para os especialistas. Se cuide!!! Se cuide enquanto tem tempo!!
      Nossa saúde é algo tão complexo, antes cuidar cedo do que chorarmos tarde!!!
      Cuide-se bem…. desejamos boa sorte!!!

  3. Olá Rosa, você ou qualquer outro voluntario que queira participar é só entrar em contato pelo meu e-mail e fone que deixei a disposição, entre(em) em contato.
    Abraços!

  4. Diante de tanto sofrimento, medo enfrento qualquer que for o tratamento como voluntário, tenho muita esperança da cura, estou a disposição. Minha convivência com a doença esta cada vez mais difícil. Preciso de novas esperanças, horizontes. Razão pra vida, não quero somente estar viva, quero viver, sentir a vida.

Se você gostou dessa publicação, nos incentive a continuar, deixe seu comentário!