Senti muitas dores que por anos eu ignorei

Escrever para mim é um desabafo. Há 5 anos atrás trabalhava em um callcenter de telemarketing e todos sabem o que é trabalhar 6 horas por dia sentado, nesta época meu joelho começou a doer e a inchar ,sentia muitas dores no quadril e eu fui ao médico várias vezes, me passavam anti-inflamatórios, me davam injeções e mandavam para casa. Um dia eu simplesmente travei, o medico disse que era estresse e me colocou um colar cervical, me passou mais remédios e me mandou para um clinico que me passou antidepressivo dizendo que eu estava muito tensa por causa do serviço.

Depois de 7 meses pedi as contas no serviço porque não aguentava mais ir ao medico tomar injeção e não aguentava ficar sentada. Depois que saí do serviço me casei e tive uma filha, na gravidez não senti dor, o medico mandou eu fazer raio-x antes de estar grávida e ele dizia que era problema na coluna. Há 7 meses atrás comecei a trabalhar de diarista e minhas mãos que já doíam,  começaram a inchar. Senti muitas dores que por anos eu ignorei e me auto mediquei porque pensava que era frescura.

Hoje eu recebi o diagnóstico clinico de artrite reumática somente clinico. Meu exame de fator reumático da negativo e eu ainda não consegui passar em um reumatologista.
Eu sinto muitas dores pela manhã, não consigo arrumar minha casa, levar as crianças para escola é uma superação . tenho 3 crianças em fase escolar, subir escadas para mim, tem dias que é impossível. As dores no quadril são as piores e o que dói mais é você ir aos médicos e eles não fazer nada a não ser injeção de tramal.

Ainda não tomo medicamentos para artrite, só pra dor e relaxante muscular, as dores só tem piorado e estou mais irritada, amanheço e durmo com dor. Agora sinto meus olhos muito secos, dores no maxilar tem dia que não consigo mastigar e percebi que durante o sono mordo muito a minha boca a ponto de causar feridas, sinto muito cansaço, parece que meus pulmões estão doendo. Enfim, já nem sei mais aonde dói e o pior é as pessoas não acreditarem, acham que é frescura, acho que esta dor é a pior, mas estou na fase que tento ignorar a dor, tento superar a mim mesma fingir que estou sem dor, tento me superar a cada dia. Tenho muita fé em Deus e creio que ele é a cura.

Me chamo Josiane Moraes da Cruz Silva, tenho 30 anos , recebi o diagnóstico de artrite a menos de um ano, sou diarista, moro em Diadema – SP.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!