Nota de Falecimento “Daia Perazzo”

Daia1No último dia, 18 de Abril, faleceu a pequena Daia Perazzo, ela tinha 25 anos, diagnóstico de Artrite Reumatoide, quadro de anemia crônica e estava há 5 meses sem receber o medicamento Leflunomida (ARAVA), com justificativa de falta do medicamento pela CEDEMEX de Campina Grande/PB. Por volta do dia 10 de Abril, devido à intensificação do quadro de anemia, ela precisou receber transfusão sanguínea, recebeu 2 bolsas de sangue e no dia seguinte evoluiu com intenso desconforto abdominal, foi internada, a dor que era abdominal passou a ser acompanhada por dificuldade respiratória, fez novos exames e foi constatado que estava com água no pulmão (derrame pleural), em pouco tempo evoluiu para insuficiência respiratória e foi entubada (passou a respirar com ajuda de aparelhos), desenvolveu então, um quadro de insuficiência renal, passou por um dia de diálise e faleceu em plena sexta-feira santa.

Lamento profundamente o falecimento da Daia Perazzo, a artrite reumatoide é uma doença que não tem a devida atenção do Ministério da Saúde, quanto aos fatores de mortalidade, a pessoa com artrite reumatoide não morre pela dor da AR, mas sim, pelas complicações que podem aparecer durante a vida com a AR. A Daia teve seu direito de acesso a medicamentos de alto custo cerceado pela Secretaria de Saúde da Paraíba, por algum motivo, ela ficou sem receber o Leflunomida, dando oportunidade para a Artrite Reumatoide entrar em atividade e como conseqüência, o quadro de anemia foi piorado, não podemos dizer que a Daia faleceu por falta do medicamento Leflunomida (ARAVA), mas, é fato, ela ficou sem o medicamento por negligência no fornecimento e nós pacientes ficamos indignados, se ela tivesse recebendo o Arava, quem sabe essa história teria outro destino.

“Um amor companheiro” Noivo Erivelton Maciel e Daia Perazzo (arquivo pessoal)

Expresso meus sinceros sentimentos aos familiares, em especial ao noivo, Erivelton Maciel, que mesmo vivendo o momento de extremo luto, fez questão de me procurar e compartilhar a sua dor, a Daia Perazzo era membro do Grupo EncontrAR desde Fevereiro de 2014, Erivelton representou para a Daia o “Amor Companheiro”, como eu sempre repito “Se é amor é companheiro”, Erivelton esteve com a Daia em todos os seus bons e maus momentos, viveu com ela as crises da doença, as dores, as dificuldade de andar, a fadiga e esteve ao lado dela até a hora de sua morte. Erivelton deu a Daia, o melhor remédio que existe, o “Amor Companheiro”. Forças querido, você foi importante pra ela e deu o seu melhor para fazê-la feliz.

À Secretaria de Saúde do Governo de Estado da Paraíba, nossa revolta e indignação! A saúde é dever do estado e direito do cidadão, esse direito da Daia Perazzo foi cerceado!

Triste, muito triste!

Anemia na Artrite Reumatoide  A anemia pode estar presente em algumas pessoas com artrite reumatoide, quase sempre a anemia que acompanha a artrite reumatoide é mais intensa com a doença em atividade, podendo apresentar melhora da anemia a artrite reumatoide controlada.

Vídeo de homenagem dos amigos:

Este post foi autorizado pelo noivo, Erivelton Maciel.

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

2 Comentários

  1. a minha princesa se foi deus o levou e hj sinto muuita sua falta ela era tudo abaixo de deus era tudo q eu tinha na minha vida

    • Força, Erivelton! Ela ensinou isso. Lutou até o último minuto. Força! Sinta-se abraçado.

Olá, deixe um comentário!