Não consigo descrever a dor que estou sentindo mas já estive pior

Tudo começou com uma forte dor nas costas, acompanhada de manchas avermelhadas e coceiras terríveis, isto em janeiro de 2015. Após idas e vindas no pronto socorro, fiz uma consulta em uma clinica particular, onde a medica me orientou consultar um reumatologista. Como no SUS não consegui ser atendida, hora porque não tinha médicos, outras vezes não tinha vaga, com ajuda da minha irmã procurei um reumatologista particular e após pedir exames de sangue caríssimos, veio o diagnostico de artrite reumatoide.  No mês de abril a ponta do meu dedo começou necrosar e o reumatologista sugeriu que e eu me tratasse com um medico vascular paralelamente,  então realizei mais consultas particulares, onde o medico disse que eu teria que amputar o dedo, o que não ia garantir a cura pois a doença poderia se manifestar nas extremidades  dos dedos, pois o problema estava na coagulação do sangue.

As dores continuavam insuportáveis, amputei um dedo e continuei sentido dores, consegui uma consulta na policlínica com um vascular que tem me acampando, ele me explicou sobre o quanto é raro a artrite chegar neste ponto, mais infelizmente teve esta triste evolução, ha 3 meses a doença entrou em atividade apesar de todos os medicamentos que eu tomo, estou com 4 pontas dos meus dedos gangrenando, já estou com um encaminhamento para amputação, porem já estive pior, a doença parece que está estabilizando, estava bem roxo e necrosado, agora neste momento uma unha caiu e estou fazendo os curativos, as dores estão fortes, mas já esteve pior, outra unha esta caindo, as vezes durmo sentada, quando vou lavar as mãos o desespero da dor é quase insuportável, cheguei tomar morfina.

Enfim, esta muito difícil, cuido da minha mãe que tem 92 anos e usa fraldas, tem dias que não consigo dar conta de cuidar dela. Na verdade quem esta escrevendo este depoimento é  minha irmã Jacira, que não tem medido esforços para amenizar minha dor, desde pagar os exames e consultas até me ajudar nas tarefas de fazer comida, cuidar da nossa mãe, enfim. Obrigada pela oportunidade em partilhar minha historia.

Me chamo Iara Maria M. Pereira, tenho 58 anos, sou aposentada, convivo com a Artrite reumatoide e vasculite reumatoide há um ano, moro em Osasco – SP.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!