É difícil, mas temos que ter esperança que tudo vai dar certo

Nunca desistam do tratamento, pode demorar, mas uma hora dá certo!

É difícil mas temos que ter esperança que tudo vai dar certo

Demorei muito tempo para saber o que era, comecei com uma dor no pescoço que depois foi para os ombros e braços, procurava ajuda no pronto Socorro e nada, só tomava injeção, aliviava, mas não melhorava.

Até que um dia uma médica que passei no pronto socorro mandou eu procurar um reumatologista, e pediu para fazer um exame de sangue, para ver o FAN. Quando saiu o resultado deu doença autoimune, fui então diagnosticada com atrite reumatoide soronegativa.

Iniciei então a jornada no tratamento com o reumatologista, hoje de AR soronegativa passou para soropositiva, comecei o tratamento com prednisona, reuquinol, depois metotrexato e arava que não fizeram efeito.

Atualmente estou usando o biológico Cinzia, com esperança que dê certo, mas tem dia que da vontade de desistir, porém sei que não posso, então vou em frente com o tratamento. Mesmo que o tratamento pareça demorado, jamais vou abandonar o tratamento.

Fátima, 49 anos, babá, mora em Osasco, São Paulo

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link:https://goo.gl/UwaJQ4
Doe a sua história!

#contesuahistoria #depoimento #artritereumatoide #artrite #artritis #arthritis #BlogArtriteReumatoide #blogAR #hayesperanza #mêsdoençasreumaticas #haesperança #superandolupus #grupar #encontrar #grupasp  #abrapes #EABrasil #farmale

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: