Depoimentos

Com artrite reumatoide e vasculite, aprendi a ter paciência e viver um dia de cada vez

Com artrite reumatoide e vasculite, aprendi a ter paciência e viver um dia de cada vez

Tudo começou com fortes dores no cotovelo, que impossibilitava o movimento, fui a um reumatologista que solicitou exames específicos e logo de cara, constatou que eu tinha artrite reumatoide.

Iniciei o tratamento com metotrexato, cloroquina e meticorten. Mesmo com um diagnóstico rápido, realizado 3 meses após o inicio das dores, não foi nada fácil. Na época há 22 anos atrás não existiam os biológicos e a doença não respondia bem aos tratamentos, cheguei a tomar muitos comprimidos de mtx, ganhando uma anemia e meu peso aumentou muito devido ao corticoide.

Hoje estou melhor e um pouco mais equilibrada com o biológico etanercepte, porém ainda não parei com predsim que tomo 15mg todos os dias, e por isso estou com obesidade, mais sinto menos dores que antes.

Apesar de estar relativamente bem, eu ainda não consegui realizar alguns sonhos, como por exemplo: ser mãe e estudar veterinária, dois sonhos que serão realizados com muita vontade de continuar a viver, pois em minha vida só aprendi que preciso viver um dia de cada vez e posso dizer que na minha doença, aprendi a ter paciência com a minha vida.

Um conselho: mesmo com o tempo de doença, temos que estar sempre alerta, com os exames em dia, pois ao longo dos dias a nossa imunidade nunca é a mesma.

Livia, tem 40 anos e desde os 22 convive com artrite reumatoide e vasculite, trabalha como patologista e mora e Belfort Roxo no Rio de Janeiro.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link:https://goo.gl/UwaJQ4
Doe a sua história!

Artigos Relacionados

Não desista do seus sonhos isso vai te fazer mais forte.

Priscila Torres

Mesmo sem diagnostico certo, sinto dores e tenho sequelas

Priscila Torres

Convivendo com Lupus e artrite por 27 anos, superando as dificuldades hoje sou coordenadora pedagógica e dançarina profissional

Priscila Torres
Loading...