Vivendo um dia após o outro!

Uns dias com flores, outros com dores mas ainda viva!

Minha história começa em 2005 quando trabalhava como profissional em massas italianas, começaram as dores terríveis nas mãos, nos ombros, costelas e depois tudo!

Foi impossível continuar a rotina e fui afastada pelo ortopedista para tratamento, medicação, fisioterapia e psicólogo, foi muito difícil e ainda é. Depois de um ano em tratamento fui obrigada a mudar de profissão porque meu corpo já não aguentava mais as tarefas no restaurante.

Virei vendedora e fui trabalhar no comércio, pois tinha que pagar as contas e os remédios, o perito do INSS falou na minha cara que sabia que eu era doente mas que não iria me aposentar porque eu tinha apenas 36 anos na época e me aconselhou mudar de profissão, assim eu fiz.

Em 2011 a situação piorou ainda mais, trabalhando em uma loja de shopping vieram as dores articulares, o inchaço, caixas caindo das mãos e nenhum médico chegava a um diagnóstico, depois de muitas idas e vindas mais uma doença para a lista: Portadora de Artrite reumatoide! Meu mundo desabou, chorei demais, tudo doía e doía mais o preconceito por acharem e falarem que eu não tinha nenhuma doença!

Hoje ainda trabalho no comércio com muita dificuldade, a artrite afetou minha coluna e perdi quase todo meu cabelo, a cada dia levantar da cama é uma batalha, a fadiga e a falta de ar tiram minha alegria.

O uso do Metotrexato me deixa muito mal e quando começo a recuperar, chega o dia de repetir a dose! As unhas quase não existem mais, são como papel que se rasga com facilidade, os dedos dos pés e mãos começaram a se inclinar e assim vai indo.

Estas doenças não tem explicação, apenas peço a Deus força todos os dias para continuar lutando pela vida, infelizmente nesta vida não obtemos resposta para tudo, resta-nos somente guardar a fé.

Mas não aceite dizerem que você não está doente e que sua dor não existe, corra atrás do diagnóstico.

Meu nome e Rosalina, tenho 45 anos, convivo com artrite reumatoide e fibromialgia a 14 anos, sou gerente de loja e moro em Itanhomi-MG

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

This is a private page. To make it public, edit it and change the visibility.

[wdi_feed id=”1″]

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));