Viva um dia de cada vez, dentro das suas possibilidades e sem medo de ser feliz!

Primeiro surgiu a psoríase (+15 anos), conviver com o preconceito é bastante difícil, principalmente quando a sua aparência foge aos padrões. As lesões nas pernas, cotovelos, causavam (e ainda causa) o olhar descriminatório. Aprendi a conviver com as lesões, até que surgiram as dores e o inchaço nas articulações.

A busca pelo atendimento do especialista, trouxe a fibromialgia para acompanhar a psoríase e piorar o convívio social.

Em abril de 2015 a morte da minha mãe trouxe muita tristeza, além da vontade de partir com ela. Minha vontade de viver desapareceu e mais uma doença auto imune se instalou na minha trajetória.

Artrite psoriásica. Inúmeras medicações (metotrexato, cymbalta, duloxetina…). Conviver com a dor da alma, dor física e a dor financeira. Depressão, ansiedade, psoríase, fibromialgia, artrite psoriásica e a imensa vontade de desistir de tudo.

Acordar se tornou muito difícil, as dores e o preconceito destruíam o fio de esperança que me mantinha de pé. O acompanhamento mensal com a equipe multidisciplinar teve que ser interrompido juntamente com o convênio médico em 2019.

Hoje, aprendi a conviver com a dor, com o corpo que deforma, com o inchaço e a rigidez.

A leitura de depoimentos, pesquisas, artigos, mostram que não estou sozinha.  O apoio da minha família e dos amigos possibilitam viver um dia de cada vez, mas não me acostumo com a dor, pois não sei o que é conviver sem dor a mais de 15 anos.

Meu nome é Alzenir Sousa, tenho  50 anos, convivo com o diagnóstico de artrite a mais de 15 anos, sou Professora de Educação Infantil na PMSP e moro em São Paulo – SP

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

 #depoimento

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Planejar aposentadoria fica ainda mais difícil na pandemia

Trabalhador deve conhecer sua vida contributiva e as regras da Previdência antes do pedido A pandemia de Covid-19, a crise econômica e a reforma da...

Procure conhecer tudo à respeito da sua doença e como você pode se ajudar! E acima de tudo, nunca desista!

No final de 2015, tive uma febre tão alta que me debatia na cama. Depois disso, não conseguia mais escovar dentes, pentear os cabelos,...

Live irá debater a falta de medicamentos nas Farmácias de Alto Custo

ReumaLive: Direitos dos Pacientes: Assistência Farmacêutica Em dezembro de 2020, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), emitiu um documento em que foi declarado...