Depoimentos Notícias

Tudo posso naquele que me fortalece

Descobri que tenho artrite reumatóide há uns 4 anos, Sempre sofri com dores, nas mãos, punhos, ombros, mas sempre tratei como tendinite, sou designer gráfica, a vida inteira trabalhei com computador, então achava que era por isso.

Enfim 4 anos atrás, um ortopedista me aconselhou procurar um reumatologista, foi quando o exame de sangue do fator reumatóide deu muito alterado, então, fui diagnosticada com AR.

Eu, na hora pensei “nossa não estou tão velha assim”, achava que era doença de idoso, então, fui pesquisar sobre a doença.

Fui tratada com metotrexato, que me ajudou por um tempo, mas já usei os remédios leflunomida, Codeina, Golimumabe, e todos me dão muita relações, melhora por algum tempo mas depois volta as dores.

Em janeiro fiz os exames novamente e o fator reumatóide deu 7x mais alterado do que a primeira vez que eu fiz, estou afastada e agora testando o remédio tofacitinibe, faz 1 mês, ainda não mostrou melhoras, mas estou confiante.

Só quem passa por estas dores sabe o quanto é sofrido, mas é um passo de cada vez, e Deus acima de tudo, estou confiante!

Meu nome é Mari Gonçalves, tenho 51 anos, convivo com o diagnóstico de artrite reumatoide há 4 anos, sou Designer Gráfica e moro em Cotia-SP.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

#depoimento

Artigos Relacionados

Live Brasil que Enxerga explicará tudo que você precisa saber sobre olho seco

Priscila Torres

Projeto cria semana de atenção e debates sobre o lúpus

Priscila Torres

Tratamento da Fibromialgia: 10 Exercícios que Aliviam a Dor

Priscila Torres